BLOG VEJA AGORA - Notícias com veracidade dos fatos

Veja Agora, O exemplo que vem de Pinheiro: Mais de 10 mil famílias não pagarão a Contribuição de Iluminação Pública

Na contramão de outras gestões, a Prefeitura Municipal de Pinheiro vai isentar mais de 10 mil famílias da cobrança da Contribuição de Iluminação Pública – CIP

Ao contrário de muitos municípios, a gestão de Pinheiro, do Prefeito Luciano Genésio dá um exemplo de como deve se comportar o bom gestor para com o seu povo. A partir de agora, mais de 10 mil famílias que pagavam a Contribuição de Iluminação Pública – CIP, que vinha embutida na conta de energia, deixarão de serem cobradas.

Em proposta encabeçada pelo prefeito Luciano, a Câmara Municipal de Pinheiro aprovou por 10 votos contra 5, Projeto de Lei de autoria do Executivo municipal que isenta famílias de baixa renda do pagamento da CIP.

“A prefeitura enviou esse Projeto de Lei para corrigir uma distorção da antiga Lei, que cobrava uma taxa de iluminação pública maior para as famílias da zona rural, quando deveria ser menor. Esse projeto irá beneficiar cerca de 10 mil famílias, o que representa 1/3 das residências do município de Pinheiro”,disse o prefeito Luciano Genésio.

Em tempo: enquanto isso, em São Luís o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, mandou foi a atualizar em Dezembro de 2017, para aumentar o valor cobrado na CIP de São Luís.

E mais: o aumento passou despercebido junto à atualização do Código Tributário Municipal.

Pra fechar: o Secretário Antônio Costa Araújo, da SEMOSP, assinou contrato de 34 meses com a empresa Citeluz, para gerenciar R$ 94 milhões da CIP.

Fui: Somente nos 8 anos de administração do prefeito Edivaldo, o município arrecadará quase R$ 1 Bilhão, somente com a CIP.

Categoria: Uncategorized