BLOG VEJA AGORA - Notícias com veracidade dos fatos

Julinho participou da 15ª Conferência Estadual do PC do B

Suplente de vereador de São Luís, Julinho (PC do B), contribuiu bastante para a realização 15ª Conferência Estadual do Partido Comunista do Brasil

Julinho (esq) e o governador Flávio Dino, presente ao encontro do PC do B

Realizada na última sexta-feira (20), no Espaço Renascença, em São Luís a 15ª Conferência Estadual do PC do B, o evento reuniu líderes políticos de vários partidos políticos, prefeitos, vereadores e militantes de todas as regiões do Maranhão.

Militante e membro do PC do B, o suplente de vereador levou consigo seu grupo político, principalmente da Vila Palmeira, Cidade Operária, Santa Efigênia e Cidade Olímpica onde tem forte atuação política.

Na Conferência, ao lado das lideranças políticas de todo o estado, Julinho garantiu seu espaço junto ao governador Flávio Dino, que foi ovacionado no encontro que ratificou  a sua liderança à frente do governo do Estado e a continuidade do projeto de mudanças e transformações que o Maranhão atravessa.

“Sou um membro do partido que atua em defesa das comunidades e dos que mais precisam estou a disposição do meu partido, do nosso povo e nossa São Luís”, afirmou Julinho.

Prefeito de Caxias Fábio Gentil adere ao grupo político de Flávio Dino

Durante a abertura da 15ª Conferência Estadual do PCdoB do Maranhão, ocorrida na noite desta sexta-feira (20) em São Luís, o deputado federal Cleber Verde (PRB) anunciou a adesão do prefeito de Caxias, Fábio Gentil ao grupo político do governador Flávio Dino.

“Nesse momento, nessa conferência, eu quero dizer aos senhores membros do PCdoB e a todos aqui presentes que hoje particularmente para mim é uma grande alegria porque o prefeito Fábio Gentil está aqui conosco e veio para esta aliança de composição não só de gestão, mas acima de tudo de compromisso político com o que está por vir que é a próxima eleição. Portanto esse é o nosso compromisso, esse é o nosso palanque. Estamos juntos no projeto que se avizinha”, anunciou o deputado.

Em seguida, Fábio Gentil e Flávio Dino selaram a aliança política e de gestão com um aperto de mão.

Fonte: Blog do John Cutrim

Polícia deflagra operação para combater a pedofilia em São Luís e Rosário

A Polícia Civil do Maranhão através do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos (DCCT) da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (SEIC), Laboratório de Lavagem de Dinheiro( LAB) e em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), deflagrou no início da manhã desta sexta-feira (20), a operação integrada Luz na Infância.

Com o objetivo de apurar crimes de exploração sexual contra crianças, estão sendo cumpridos 04 mandados de busca e apreensão nos municípios de São Luís e Rosário.

Os alvos da operação Luz na Infância foram identificados através de um levantamento de informações pela Senasp e a Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil. Com base em informações e evidências coletadas em ambientes virtuais, a Polícia Civil instaurou inquérito policial e representou pela busca e apreensão junto ao Poder Judiciário, visando apreender computadores e dispositivos informáticos onde estão armazenados os conteúdos de pedofilia, indiciar e prender os criminosos.

As investigações que resultaram na operação Luz na Infância vêm sendo feitas há seis meses e resultam do aprimoramento do trabalho de inteligência de segurança pública e atuação em modelo de força tarefa, que reúne em um mesmo ambiente de trabalho policiais com expertise e capacitação na repressão aos crimes virtuais e de pedofilia. Um cenário ideal para coletar e preservar evidências criminosas, garantindo, como consequência, a identificação e posterior condenação dos criminosos pela Justiça.

A pedofilia é classificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma doença de transtorno da preferência sexual. Pedófilos normalmente são pessoas adultas que tem preferência sexual por crianças pré-púberes ou no início da puberdade. O complexo ambiente da internet e a ausência de fronteiras no mundo virtual são elementos que propiciam terreno fértil à atuação desses criminosos.

Inscrições para seletivo de professores da rede estadual abrem nesta quinta (19)

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até as 23h59 do dia 26 (quinta-feira)

O Governo do Maranhão, por meio da por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), abrirá nesta quinta-feira (19) as inscrições do Seletivo Simplificado para contratação temporária de professores, para atuarem nas modalidades de Ensino Médio Regular, Quilombola e Educação Especial em escolas da rede estadual, conforme os editais 054/2017 (Ensino Médio Regular E Educação Quilombola) e 053/ 2017 (Educação Especial).

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até as 23h59 do dia 26 (quinta-feira), exclusivamente pelo endereço eletrônico da Seduc (http://sistemas.educacao.ma.gov.br/seletivodocente/).

No total são ofertadas 77 vagas mais cadastro de reserva para o Ensino Médio Regular e Quilombola. Para professores da Educação Especial são ofertadas 89 vagas. O seletivo constará de avaliação curricular de títulos e experiência profissional docente, realizado em etapa única. Os candidatos aprovados, dentro do limite de vagas, serão contratados pela Secretaria de Estado da Educação, em regime de 20 horas de trabalho semanais.

Após efetuar a inscrição no portal da Seduc, o candidato deverá entregar até às 19h do dia 27 (sexta-feira) os documentos e títulos, acompanhados da ficha de inscrição, gerada via internet, nas sedes da Unidade Regional de Educação a qual estiver jurisdicionado, cujos endereços estão indicados no edital, disponível em http://www.educacao.ma.gov.br/seletivos-e-concursos/seletivos-2017/

O Processo Seletivo Simplificado terá validade de um ano, a contar da data da homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Seduc.

Lei de Pavão Filho incluiu a festa da juçara no calendário cultural e turístico de São Luís

Por meio da Lei 5.973 / 2014, de autoria do vereador Pavão Filho (PDT), a ‘Festa da Juçara’ foi incluída no Calendário Cultural e Turístico de São Luís 

A Festa da Juçara, que ocorre todos os anos na comunidade do Maracanã foi incluída no Calendário Cultural e Turístico da Cidade de São Luís por meio da Lei 5.973 / 2014, de autoria do vereador Pavão Filho (PDT).

A festa que reúne milhares famílias e apreciadores do fruto e dos subprodutos da juçara, começou dia 9 de outubro e vai até 29.

De acordo com o vereador Pavão Filho, “o reconhecimento da Lei evidenciou e valorizou mais ainda no município de São Luís e no Estado do Maranhão, a produção da Juçara e seus subprodutos, cujo fruto traz grandes benefícios para o ser humano, como melhoria no sistema imunológico, na saúde da pele, no sistema digestivo (desintoxicando), fornece energia, auxiliar na saúde dos ossos e dentes, reduz o colesterol, melhora o funcionamento respiratório”.

A Festa da Juçara que é reconhecida nacional e internacionalmente, preserva a cultura local através dos saberes tradicionais, a gastronomia, o artesanato, aumenta a renda local, por meio da comercialização da fruta típica existente no bairro Maracanã e adjacências.

Além da apreciação da tradicional festa, também é possível passear por trilhas ecológicas, entre elas, Rosa Mochel, Baluarte e Parque da Juçara.

“Estes passeios são verdadeiros convites às pessoas que procuram no contato com a natureza a oportunidade de conhecer o patrimônio natural e cultural da região, como rios, vegetação típica e ruínas históricas”, finalizou, o autor da Lei.

Veja Agora!!! Justiça condena a 10 anos de reclusão filho acusado de torturar a mãe idosa

 

O bacharel em Direito, Roberto Elísio Coutinho de Freitas, foi condenadoVeja Agora!!! Justiça condena a 10 anos de reclusão filho acusado de torturar a mãe idosa a 10 anos de reclusão pela prática de crimes contra a própria mãe, uma professora universitária aposentada, de 84 anos e doente de Alzheimer. Ele também terá que pagar R$ 2 milhões como efeito da condenação pelos danos causados à vítima. A decisão é da juíza titular da 8ª Vara Criminal de São Luís, Oriana Gomes, na ação penal proposta pelo promotor de Justiça José Augusto Cutrim. A pena deverá ser cumprida em regime fechado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde o acusado já está preso provisoriamente desde maio deste ano.

Roberto Elísio Coutinho foi condenado pelos crimes de tortura, apropriação indébita e por retardar ou dificultar a assistência à saúde da vítima. Em todos eles, a juíza aumentou a pena por se tratar de crime de tortura contra idoso e pela continuidade delitiva. Na sentença de 56 laudas, a magistrada também determinou que o acusado pague o equivalente a 200 dias-multa (um trigésimo do salário mínimo) em relação a cada um dos crimes de apropriação indébita e por deixar a idosa sem assistência médica.

A juíza não aceitou as preliminares da defesa de inimputabilidade do réu (alcoolismo e esquizofrenia) e atipicidade, e também discordou do laudo pericial apresentado pelo denunciado, de que o réu antes de ser preso deveria ser internado em clínica particular por 90 dias. Na decisão, a magistrada determinou que a pena seja cumprida no local próprio para pessoas que detêm o curso superior e que seja dada a Roberto Elísio Coutinho a oportunidade de fazer o tratamento que ele alega precisar, permitindo-lhe o acesso aos médicos e outros profissionais que necessitar, na própria Penitenciária. Da decisão judicial cabe recurso no prazo de cinco dias.

ENTENDA O CASO – Conforme consta na denúncia, no dia 23 de maio de 2017, o filho do acusado e neto da vítima registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Proteção ao Idoso, acusando o denunciado de agredir fisica e psicologicamente a vítima, prevalecendo-se do estado senil dela. Consta nos autos também que desde o início de janeiro deste ano foram gravadas pela então companheira de Roberto Elísio Coutinho, no total de 11 vídeos, imagens mostrando o acusado torturando a própria mãe, submetendo-a a castigos com emprego de violência e grave ameaça, de modo a lhe causar intenso sofrimento físico e mental, com xingamentos e palavras de baixo calão, além de tapas, empurrões puxões de braços e com auxílio de instrumentos contundentes, conforme laudo de lesão corporal, atestando a ofensa à integridade física e à saúde da vítima. Os vídeos foram enviados ao neto da vítima.

De acordo com o denunciante, desde 1999 o agressor, aproveitando-se da confiança, depois do estado de saúde fragilizado da mãe, durante anos, expôs a integridade física e psíquica da vítima, submetendo-a a condições desumanas e degradantes, ao privá-la de cuidados fundamentais. Informou, ainda, que somente em agosto de 2015, a idosa foi diagnosticada portadora de Alzheimer, porque o filho não “aceitava a doença da mãe”. Segundo a denúncia, “na frente de outras pessoas, o denunciado fazia-se carinhoso com a vítima, contudo, no interior da residência agredia facilmente a idosa”.

Ainda de acordo com os autos, Roberto Elísio, sob o pretexto de que cuidava da mãe, não trabalhava, passava o dia em casa consumindo bebida alcoolica, além de explorar a idosa financeiramente, conforme mostram os extratos bancários anexados ao processo. Ele também fazia empréstimos em nome da vítima e deixou de pagar o plano de saúde dela desde janeiro de 2017. Constam nos autos documentos comprovando que o denunciado apropriou-se indevidamente de muito dinheiro da mãe dele.

No dia 26 de maio de 2017 a juíza Oriana Gomes decretou a prisão preventiva de acusado e determinou medidas protetivas em benefício da vitima. No dia 12 de junho a 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Idoso de São Luís denunciou Roberto Elísio Coutinho de Freitas pelos crimes de tortura qualificada, maus tratos físicos e psíquicos, retardar ou dificultar a assistência à saúde de pessoa idosa e apropriação indevida de rendimentos e bens de pessoa idosa, sendo a prisão mantida pela magistrada. No dia 08 de agosto foi realizada a audiência de instrução e julgamento em que foram ouvidas as testemunhas e o acusado.

Governador Flávio Dino muda secretário e garante apoio do PP

O governador Flávio Dino (PC do B) garantiu o apoio do Partido Progressista para a sua reeleição ano que vem.

O comunista nomeará na próxima segunda-feira (16) Hewerton Carlos Rodrigues Pereira (foto) para o cargo de secretário estadual de Esporte e Lazer. Ele substituirá o petista Márcio Jardim, que já foi comunicado da sua exoneração.

Hewerton é uma indicação do deputado federal e presidente do PP no estado, André Fufuca. Ele já exerceu o cargo de assessor parlamentar do deputado e atualmente estava comandando a Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Maranhão.

A entrega da pasta do Esporte ao partido já vinha sendo trabalhada a algum tempo.

Agora, com a articulação concluída, Dino garante a sigla no seu palanque em 2018.

Márcio Jardim, que integra a ala do PT que presta apoio ao comunista, deverá ser remanejado para outro posto – não se sabe se no primeiro ou segundo escalão.

Somente este mês, esta é a terceira modificação que Flávio Dino promove no seu secretariado.

Foram nomeados recentemente a ex-deputada Terezinha Fernandes e o delegado da Polícia Civil, Lawrence Melo Pereira, para os comandos da Secretaria de Estado da Mulher e Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), respectivamente.

Ambos também são filiados ao Partido dos Trabalhadores.

Veja Agora!!! Juiz Federal Ricardo Simões é encontrado morto em Bacabal

Ricardo Nohra Simões foi encontrado morto, na noite desta quinta-feira (12) no apartamento onde residia no Residencial 2001 na cidade de Bacabal, a 240 quilômetros de São Luis, onde era juiz federal substituto da Vara Única da Justiça Federal.
O corpo foi encontrado depois que a esposa nao conseguiu falar com o mesmo pelo telefone e acionou a polícia.
Não há informações ainda sobre a causa da morte. Não há sinais de violência nem contra o imóvel nem contra o corpo. Policiais interditaram o apartamento para preservação do local e como na cidade não existe IML, foi acionada uma equipe de São Luis para fazer a remoção do corpo e posterior autópsia.
Natural do Rio de Janeiro, Ricardo Simões foi empossado em janeiro deste ano, depois de aprovado no 16º Concurso para Juiz Federal Substituto do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1)