BLOG VEJA AGORA - Notícias com veracidade dos fatos

Veja Agora!!!! Fábio Braga destaca importância de obras que estão sendo realizadas em Vargem Grande

O deputado Fábio Braga (SD), destacou as obras que estão sendo realizadas pelo governador Flávio Dino (PCdoB), na cidade de Vargem Grande, com recursos oriundos do BNDES, cujos empréstimos foram aprovados no governo passado, e utilizados pela atual gestão.

“O dinheiro desse empréstimo favorece, hoje, a um número imenso de obras do governo Flávio Dino. Portanto, quando foi aprovado o empréstimo junto ao BNDES, era sabedor que seriam construídos: CREAS, CRAS, escolas de tempo integral, uma série de rodovias e asfalto nas cidades e também hospitais. Na minha terra, Vargem Grande, nós temos três obras importantes sendo concluídas. Através de um empréstimo junto à Caixa Econômica (aprovado nessa gestão), a CAEMA executará melhorias no sistema de distribuição de água da cidade; e duas com dinheiro do empréstimo do BNDES, o Núcleo de Educação Integral do Ensino Médio – cuja obra está orçada em mais de R$ 5 milhões – e o CRAS”, acentuou Fábio Braga.

Enfatizou também que as obras de Vargem Grande é dinheiro do BNDES, aprovado na Assembleia Legislativa, na gestão passada, com o apoio da maioria dos deputados.

“Por isso, eu venho a esta tribuna fazer esse reconhecimento ao governo passado por ter aprovado os empréstimos, aos deputados aqui que, na época, aprovaram o dinheiro do BNDES. Também faço reconhecimento ao governador Flávio Dino que aplicou na minha cidade, em Vargem Grande, o recurso que aprovamos aqui na Assembleia para a conclusão do Núcleo de Educação Integral do Ensino Médio e o CRAS. Reconheço que Vargem Grande, com essas obras, o governo Flávio Dino ganha uma simpatia muito grande da população, pois apesar do empréstimo ser do governo passado, ele está concluindo essas obras”, acentuou Fábio Braga.

INDICAÇÃO

Fábio Braga disse que fez uma indicação pedindo ao governador Flávio Dino que denomine de Núcleo de Educação Integral do Ensino Médio Celso Sampaio, filho da terra, advogado, assessor jurídico da Sociedade dos Direitos humanos e apaixonado pelas causas sociais. “Ele Fez parte de uma geração brilhante tanto na Universidade quanto nas lutas sociais. Portanto, o nome do Celso Sampaio é justo, é correto e é propício para o momento. Celso Sampaio faleceu há alguns anos e esse reconhecimento por parte das autoridades estadual e municipais vai deixar um marco, sem dúvida, na história da nossa cidade”.

O outro pedido que fará ao governador é que o CRAS seja chamado de Jether Joran. Além de vargem-grandenses, o bancário, já falecido, era escritor e poeta e tinha uma conduta limpa, uma pessoa séria e de fino trato. “Essas duas obras, o CRAS e o Núcleo de Educação devem estar prontas até o aniversário da cidade, se Deus quiser. As obras já estão em fase de conclusão”, finalizou Fábio Braga.

Deputado Wellington do Curso defende moradores do Cajueiro

O deputado estadual progressista Wellington do Curso (PP) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa, ontem (15), para fazer referência ao povoado do Cajueiro. Atenuar os conflitos e garantir os direitos dos maranhenses foram os motivos que fizeram com que o deputado Wellington solicitasse, ainda, uma discussão a respeito da Resex de Tauá-Mirim.
Sobre a situação, o deputado Wellington destacou que o Parlamento Estadual não pode ficar inerte diante dos impactos sociais que são causados ao povoado do Cajueiro.
“Quanto à questão, já há um processo em tramitação no Judiciário que, inclusive, obriga o Estado do Maranhão a cumprir as exigências sobre a criação da reserva. Ainda conforme a decisão, o Estado deverá cumprir determinação de não deslocar as comunidades tradicionais na região mediante a desapropriação de qualquer ato que consista em retirar os moradores para instalar indústrias não relacionadas à atividade rural. O povoado de Cajueiro tem sofrido com os impactos sociais e nós, enquanto deputados estaduais, não podemos nos omitir dessa discussão”, disse Wellington, que é presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa.

Veja Agora!!!! NASSIF: ASSASSINATO DE MARIELLE É UM TIRO NA INTERVENÇÃO MILITAR

 O jornalista Luis Nassif afirmou nesta quinta-feira, 15, que o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) foi um xeque na intervenção militar no Rio de Janeiro.

“Escolheram um personagem símbolo. Marielle era uma unanimidade entre todas as pessoas que a conheceram, dotada de uma empatia única. Jornalistas alternativos, políticos, advogados e procuradores de direitos humanos, todos a retrataram não apenas como a líder política que emergia, mas como uma personalidade cativante”, diz Nassif.

Vereador Joãozinho Freitas solicita reforma da Feira da Vicente Fialho

Há quase dois anos, o teto de uma parte da Feira desabou e ainda não foi reconstruído

O Vereador Joãozinho Freitas (PTB), apresentou requerimento na manhã desta terça-feira (14), solicitando ao Prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior e ao Secretário Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento -Semapa, Ivaldo Rodrigues, a Reforma e Higienização da Feira do Bairro Vicente Fialho.

Há quase dois anos, o teto de uma parte da Feira desabou e ainda não foi reconstruído. Os feirantes reclamam da situação, principalmente por causa do período chuvoso, que dificulta o trabalho deles.

No lugar do teto, a Prefeitura colocou tendas para evitar que os produtos ficassem exposto à chuva e ao sol. Entretanto, segundo os feirantes, a medida já não resolve o problema.

“Considerando que o mesmo se encontra em total abandono há alguns anos e se trata de uma obra de extrema importância para a nossa população, requeiro que seja encaminhado ofício solicitando ao senhor prefeito municipal a Reforma e a Higienização da Feira deste importante bairro de São Luís”, afirmou o vereador Joãozinho.

Veja Agora!!!! Dr. Danilo, presidente da Câmara de São Luís Gonzaga, comete suicídio

Dr. Danilo Raposo Martins, médico, vereador e presidente da Câmara Municipal de São Luís Gonzaga (MA), foi encontrado morto na fazenda dele, nesta manhã de terça-feira (13). As primeiras informações apontam que ele efetuou um disparo de arma de fogo contra a própria cabeça.

O médico tinha 48 anos, era irmão do prefeito do município, Dr. Júnior, deixa esposa e filhos. Nas eleições, de 2016, ele foi eleito vereador com 797 votos pelo PDT. O prefeito Dr. Júnior está em Brasília, em viagem de trabalho, foi informado da morte do irmão, chegou a passar mal e retornar ainda hoje para São Luís Gonzaga.

“A cidade está em choque com essa notícia. Assim que o povo soube que Dr. Danilo tinha se matado, uma multidão correu para a fazenda dele, onde ele se atirou. Outra multidão cerca o hospital pra onde foi levado o corpo. O povo está nas ruas, perplexo, sem querer acreditar nessa história”, disse uma fonte.

fonte: Blog do Carlinhos

Promotoria pede afastamento de prefeito de Matões do Norte

Em Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa, proposta em 7 de março, a Promotoria de Justiça da Comarca de Cantanhede solicitou, como medida liminar, o afastamento do prefeito do município de Matões do Norte, Domingos Costa Correa. Motivaram o pedido contratações temporárias efetivadas pela administração municipal, mesmo existindo aprovados em concurso público, dentro do número de vagas oferecido no edital.

Assinou a manifestação ministerial o promotor de justiça Tiago Carvalho Rohrr, da Comarca de Cantanhede, da qual o município de Matões do Norte é termo judiciário.

Após apurar supostas irregularidades no concurso, o Ministério Público do Maranhão recomendou a nomeação dos aprovados. No entanto, foi constatado que a administração municipal mantém inúmeros funcionários com contratos temporários, inclusive ocupando vagas de aprovados, em desrespeito à Constituição Federal.

“Parece até que o município de Matões do Norte não é ente da República Federativa do Brasil, mas sim uma empresa privada, na qual o prefeito, seu proprietário, dá emprego a quem mais agrada seus interesses pessoais”, afirmou o promotor de justiça, na ação.

Em 22 de janeiro, o prefeito Domingos Costa Correa esteve presente numa reunião promovida pelo MPMA para discutir o impasse. No encontro, ele se comprometeu a apresentar um cronograma com as nomeações dos 84 aprovados, na forma do resultado divulgado pelo Termo de Homologação de 19 de maio de 2016. Mas ele não cumpriu o prometido e nem informou as razões do descumprimento. “Mais uma vez, o prefeito manteve-se inerte, demonstrando que é um assíduo descumpridor não apenas da Constituição Federal, mas dos próprios acordos que firma”, ressaltou Tiago Carvalho Rohrr.

Na ação, o promotor de justiça enfatizou que a admissão de servidores sem prévia aprovação em concurso público fora das exceções previstas pelas normas constitucionais, é tipificado como crime de responsabilidade previsto no Decreto Lei nº 201/1967 e caracteriza prática de ato de improbidade administrativa, conforme a Lei nº 8.429/92 (Lei da Improbidade Administrativa).

“É evidente que a conduta do prefeito caracteriza grave violação dos deveres funcionais e fere a garantia de isonomia e os princípios gerais da legalidade, probidade, moralidade e da impessoalidade”, completou o promotor.

IMPROBIDADE

Na ação, o MPMA solicitou também a condenação do prefeito de acordo com as sanções previstas no artigo 12, inciso III, da Lei nº 8.429/92, que são: ressarcimento integral do dano, se houver; perda da função pública; suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos; pagamento de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração recebida pelo agente e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

Ricardo Murad diz que está pronto para governar o Maranhão

Pré-candidato ao governo do Maranhão, Ricardo Murad (PRP), diz que o Maranhão pode ter um governador gestor

É preciso cobrar uma gestão eficaz, apoiando alguém que paire acima dessa política rasteira, responsável pelo nosso atraso, os políticos e quem não me conhece, me condenam. Aqui não se governa, se faz politicagem, e das mais baixas, tudo é justificável em nome do poder. Os políticos não perdem, eles se protegem. Chega!

As eleições de outubro estão próximas e teremos a chance de ter um governador gestor.

Eu me considero apto para a missão. A política não me domina, a gestão e o resultado, sim. Foi assim quando estive no executivo. Quem se lembra da época que fui presidente da Assembleia, prefeito eleito de Coroatá, gerente Metropolitano de São Luís e recentemente secretário de Saúde do Estado sabe do que estou falando.

Mudei a realidade por onde passei. Quero fazer o mesmo pelo Maranhão como governador.

Ricardo publicou este texto em suas redes sociais e é inegável o poder de administração da coisa pública por onde passou, e de fato ele realizou grandes feitos.

Vereador Marquinhos defende maior ganho aos trabalhadores do Uber

Vereador Marquinhos defende a redução dos ganhos dos aplicativos cobrados aos trabalhadores, de 25 para 15%

Atualmente, os aplicativos cobram de 20 a 25%, aos trabalhadores que utilizam a plataforma, a ideia do vereador é garantir que o “chofer de praça”, receba mais pela corrida. 25% para o Uber é muito alto e inviabiliza os ganhos do trabalhador, sem contar os engarrafamentos e a buraqueira de São Luís.

O vereador defende que os aplicativos diminuam o percentual cobrado aos trabalhadores, para no máximo 15%.

Marquinhos defendeu também os trabalhadores dos taxis e disse que a Câmara precisa regulamentar uma proposta que defenda a todos, sem distinção de classes.

“Quero garantir um aumento no ganho do trabalhador por meio de aplicativos, que as plataformas diminuam seus lucros, baixando de 25, para 15%. Defendo também outras formas de mobilidade urbana em nossa Capital, o atual sistema está sucateado e falido”, defendeu o vereador Marquinhos.

“A ideia do vereador é muito importante, uma vez que pode garantir um ganho a mais aos trabalhadores do Uber e os outros aplicativos. O nosso ganho é pouco, porque a corrida é barata e as vezes tem corrida que mal paga a gasolina”, afirmou João Ricardo.

Carreta sai da pista, tomba e condutor morre na BR-230 no Maranhão

Acidente que aconteceu na madrugada de domingo (11) próximo a cidade de Carolina vitimou fatalmente Josivan Sena Fonseca, de 39 anos.

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), de plantão na cidade de Balsas, atendeu da noite de sábado (10) para a madrugada de domingo (11) um acidente do tipo saída de pista seguida de tombamento. A ocorrência se deu no km 568 da BR-230, próximo à cidade de Carolina, no sudoeste do estado do Maranhão.

A combinação de veículos transitava descarregada no sentido decrescente da rodovia e era tracionada por um Volvo emplacado no estado de Goiás. O condutor do veículo que foi identificado como Josivan Sena Fonseca, de 39 anos, residia na cidade de Estreito teve morte imediata após ficar preso entre as ferragens.

Informações de familiares deram conta que o mesmo iria para Balsas, fazer um carregamento, quando aconteceu o acidente. O corpo da vítima ficou preso às ferragens, sendo preciso a equipe dos bombeiros utilizar ferramentas especializadas para realizar o desencarceramento do mesmo. O corpo foi levado para o Hospital de Carolina.

Os policiais rodoviários que atenderam a ocorrência tentam descobrir o que teria motivado a saída de pista. Os primeiros indícios e levantamentos apontam para dormir na direção, mas nenhuma outra possibilidade será descartada.

Veja Agora!!! Zé Inácio (PT) propõe discutir “O Golpe de 2016” como matéria nas Universidades do Maranhão

 
O impeachment da ex-presidenta Dilma Rouseff, em 2016, proporcionou danos irreparáveis à democracia brasileira, instabilidade na política, vista antes apenas durante o período da Ditadura Militar, em 1964. O governo golpista de Michel Temer causou o agravo de problemas sociais e a concentração do poder nas mão das elites empresariais.
 
Devido a esse cenário, o Deputado Zé Inácio (PT) ao utilizar o plenário da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira 08/03, apresentou a proposição aos reitores Nair Portela, da Universidade Federal do Maranhão, Gustavo Pereira da Costa, Reitor da Universidade Estadual do Maranhão, Elizabeth Nunes Fernandes, da Universidade Estadual do Maranhão do Sul e a Roberto Brandão, Reitor do Instituto Federal do Maranhão, para que seja oferecida a disciplina “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”, na carga horária das universidades nos cursos de Ciências Sociais.
“Esses temas fazem parte da nossa história, que tem esse triste momento que precisa ser resgatado, discutido e trabalhado o conceito de democracia e desmocratização no país, e sobre o processo que destituiu o governo da Presidenta Dilma e instituiu o governo golpista do Michel Temer”, lembrou Zé Inácio. 
A disciplina irá tratar sobre a ditadura, o pós-golpe de 1964, o surgimento do PT, a deposição da presidente Dilma Rousseff, analisar o governo presidido por Michel Temer e investigar o que sua agenda de retrocesso nos direitos e restrição às liberdades diz sobre a relação entre as desigualdades sociais e o sistema político no Brasil.
Sendo já realizada no Instituto de Ciência Política (IPOL) da Universidade de Brasília/UNB, Universidade Estadual de Campinas, além das Universidades Estaduais da Paraíba, Bahia e Amazonas. E já demonstraram interesse a Universidade Federal de Sergipe (UFS), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), além da USP.