BLOG VEJA AGORA - Notícias com veracidade dos fatos

Com caciques em baixa, PMDB busca renovar em capitais

Fábio-Câmara

Ele não tem Sarney, Lobão ou Murad no sobrenome. Entrou no PMDB do Maranhão com a função de limpar os banheiros da sede do diretório estadual. Hoje, está prestes a ser confirmado como candidato a prefeito da capital.

Fábio Câmara, vereador em São Luís e pré-candidato à prefeitura da capital maranhense, faz parte de uma nova leva de candidatos que o PMDB apresentará nestas eleições municipais.

Com seus principais caciques investigados na Operação Lava Jato desgastados por derrotas nas últimas eleições, o partido do presidente interino, Michel Temer, apostará numa renovação de quadros na disputa deste ano.

Com candidatos lançados em 18 capitais, os peemedebistas terão 13 nomes que nunca disputaram o cargo de prefeito.

Nove deles disputarão pela primeira vez uma eleição majoritária, incluindo candidaturas em grandes centros como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Belém.

Em São Luís, pela primeira vez em o PMDB terá um candidato a prefeito que cresceu politicamente fora da órbita da família Sarney, em baixa desde a derrota para o governador Flávio Dino (PCdoB) em 2014.

De origem pobre, o vereador Fábio Câmara lançou sua pré-candidatura em meio a um vácuo de novos líderes no PMDB. E deve ser confirmado na disputa, mesmo sem o apoio expresso dos principais caciques do partido.

“Sei que fujo do padrão de candidato do partido, não sou de família tradicional. Mas não estou preocupado se terei o apoio do senador [Edison] Lobão ou da ex-governadora Roseana [Sarney]. A minha força virá do povo de São Luís”, afirma.

Em Belém, terra do senador Jader Barbalho, o partido também vai apostar em uma novidade para as eleições deste ano.

A sigla deixou de lado a pré-candidatura de José Priante, primo de Barbalho, e indicou o nome de Carlos Maneschy, ex-reitor da Universidade Federal do Pará.

Será a estreia de Maneschy nas urnas.

“Buscamos um novo quadro, sintonizado com o desejo de mudança da população, mas que ao mesmo tempo foi testado e aprovado como gestor da maior universidade da Amazônia”, diz Helder Barbalho (PMDB), ministro da Integração Nacional.

BELO HORIZONTE

Também haverá novidade em Belo Horizonte, onde a legenda vai disputar a prefeitura da capital mineira com o advogado Rodrigo Pacheco, deputado federal em primeiro mandato.

Pacheco foi escolhido após disputa interna com o deputado federal Leonardo Quintão, que já havia disputado a prefeitura em 2008.

“Esta é uma eleição que estabelece novos parâmetros, com uma campanha mais curta e sem dinheiro de empresas. O momento é de renovar e mostrar uma nova forma de fazer política”, afirma o peemedebista, que promete fazer uma campanha “com poucos recursos e boas propostas”.

VELHOS NOMES

Na contramão das novas candidaturas, em Boa Vista, a prefeita Teresa Surita –ex-mulher e aliada do senador Romero Jucá (PMDB)– tentará eleger-se para o que seria o seu quinto mandato à frente da prefeitura da capital de Roraima.

Já em Goiânia, Iris Rezende anunciou que não vai disputar a prefeitura pela quarta vez.

RECÉM-FILIADOS

Em Estados como São Paulo e Alagoas, o caminho para o PMDB lançar um nome na disputa pela prefeitura foi a conciliação com antigos adversários convertidos em “cristãos novos” no PMDB.

Na capital paulista, a sigla de Michel Temer aposta na candidatura da senadora –e ex-petista– Marta Suplicy.

Em Maceió, reduto do presidente do Senado, Renan Calheiros, o PMDB lançou o ex-prefeito Cícero Almeida, também recém-peemedebista.

Apesar de não serem adversários, ambos estiveram em lados opostos em 2004 e 2008 em Maceió, quando Almeida foi eleito e reeleito sem o apoio de Renan.

Adversários classificam a aliança alagoana como “um casamento de conveniência”. Almeida nega: “Sempre tive um bom relacionamento com o senador Renan. Ele me ajudou em muito momentos difíceis”, afirma.

Deputado federal licenciado e com passagem por oito partidos, Almeida é réu em uma ação penal no STF por suposto envolvimento na Máfia do Lixo de Maceió. Ele nega as acusações e diz que vai provar sua inocência.

CARAS NOVAS

PMDB deve disputar 18 capitais; em 9, candidatos estreiam em majoritárias

RIO DE JANEIRO

Pedro Paulo

Primeira eleição majoritária

BELO HORIZONTE

Rodrigo Pacheco

Primeira eleição majoritária

SÃO LUÍS

Fábio Câmara

Primeira eleição majoritária

BELÉM

Carlos Maneschy

Primeira eleição majoritária

PORTO VELHO

Williames Pimentel

Primeira eleição majoritária

RIO BRANCO

Eliane Sinhasique

Primeira eleição majoritária

MANAUS

Marcos Rotta

Primeira eleição majoritária

CURITIBA

Requião Filho

Primeira eleição majoritária

CUIABÁ

Valtenir Pereira

Primeira eleição majoritária

JOÃO PESSOA

Manoel Júnior

FLORIANÓPOLIS

Gean Loureiro

MACAPÁ

Gilvan Borges

BOA VISTA

Teresa Surita

SÃO PAULO

Marta Suplicy

VITÓRIA

Lelo Coimbra

MACEIÓ

Cícero Almeida

PORTO ALEGRE

Sebastião Melo

Professor é preso por trocar respostas de prova por sexo

Ele confessou o crime para a polícia

sala de aula

No Paraná, um professor é suspeito de ceder o conteúdo avaliações  para estudantes em troca de sexo. O caso ocorreu na cidade de Coronel Vivida e a informação foi divulgada pelo portal “TNOnline”. O acadêmico leciona ha 22 anos em uma escola particular do município.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito estava sendo investigado desde o mês passado, depois de uma denúncia de invasão dos computadores da escola por hackers. A suspeita foi levantada porque um aluno teria acessado o conteúdo das provas, no entanto, a polícia descobriu que o professor teria cedido a avaliação. Em troca, exigiu que o jovem mantivesse relações sexuais com ele.

Ainda de acordo com informações da polícia, o suspeito usava um perfil falso nas redes sociais para conversar com adolescentes de 13 e 15 anos e teria confessado seus crimes para a polícia.

Pinto Itamaraty agrega valores em favor de Eliziane Gama

Eliziane Gama e Pinto Itamaraty, reuniões constantes

Eliziane Gama e Pinto Itamaraty, reuniões constantes

Em virtude da conjuntura local em que o PSDB fechou questão em apoio a pré-candidata Eliziane Gama (PPS), e por conseguinte indicar o companheiro de chapa da pré-candidata, Pinto Itamaraty soma e muito na campanha de Gama.  Atualmente o partido estuda a possibilidade de indicar Itamaraty ou o vereador decano da Câmara Municipal de São Luís, Jose Joaquim Ramos.

O partido tem dois nomes de peso nesta disputa e que de fato farão a diferença neste pleito. Itamaraty tem uma grande vantagem por ser conhecido nas camadas mais populares da Capital em que foi o vereador mais votado até as eleições aqui já registradas, alcançando inéditos 10.758 na eleição de 2004, nenhum político conseguiu superá-lo. José Joaquim tem um potencial histórico, com votações cativas. Estes fatores sem sobra de dúvidas, ajudarão a candidata pepessista avançar e muito.

O suplente de senador que já atua nos bastidores em favor de Gama, tem grande força nas camadas populares, sobretudo, nos bairros mais populosos. Pesa em favor de Itamaraty a articulação que detém em Brasilia, ele tem discutido projetos para a capital ludovicense no Senado Federal.

Conceição Castro oficializará sua candidatura com a presença de Flávio Dino

Conceiçao Castro

A pré-candidata Conceição Castro oficializará sua candidatura no dia 23 de julho na cidade de São Vicente Ferrer. O ato político está marcado para acontecer das 8 às 17 horas, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais daquela cidade.

O ato político contará com a presença do governador do estado, Flávio Dino; do presidente da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão; do deputado Raimundo Cutrim e do secretário chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares.

A pré-candidata disse ainda que o único foco agora é lutar pelo povo de São Vicente e que sua candidatura está surgindo do clamor da população que confia nela. Conceição de Maria Pereira Castro é filiada ao Partido Progressista (PP).

Além deste, ela contará com apoio de oito partidos e disse que está aberta a dialogar com outras agremiações partidárias. Na ultima eleição municipal, em 2012, teve 5.603 votos e por pouco não derrotou a atual gestora, Maria Raimunda.

Professora da Rede Municipal de Ensino, Conceição Castro foi a maior responsável pela grande votação que o atual governador teve em São Vicente Ferrer, do qual tem apoio, e é uma das favoritas para ganhar as eleições naquela cidade. Sua candidata a vice, será a esposa de Cabo Freitas, Maria do Carmo.

Waldir Maranhão vai ser expulso do Partido Progressista

Dino e Waldir

O presidente em exercício da Câmara, deputado Waldir Maranhão (MA), suspeito em receber PROPINA na Operação Lava-Jato e Operação Miqueias, foi notificado, ontem (4), pelo Partido Progressista sobre seu processo de EXPULSÃO do partido, depois de ter votado contra o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, desobedecendo a determinação da sigla, que havia fechado questão a favor do afastamento.

Maranhão não esperava que o PP fosse levar adiante a expulsão dele, já que o parlamentar voltou atrás na decisão de anular a sessão que aprovou o processo de impeachment, porém, na semana passada, o deputado voltou a contrariar o partido ao se encontrar com o ex-presidente Lula para falar sobre assuntos da Câmara.

Com informações do Blog do Camarotti

 

Nova tragédia na BR-135 volta a gerar revolta em deputados na Assembleia

César Pires classificou de covarde a classe política, que não consegue convencer o Governo Federal da importância da duplicação da rodovia, palco de acidentes fatais

BR 135

A ocorrência de mais uma tragédia na BR-135, justamente no trecho em que se arrastam desde setembro de 2012 as obras de duplicação da rodovia – entre o Estreito dos Mosquitos e a cidade de Bacabeira –, reacendeu na Assembleia Legislativa o debate sobre o atraso na conclusão do serviço.
No domingo, 3, oito pessoas que estavam em um carro de passeio usado para fretamento morreram após o veículo colidir frontalmente com um caminhão de lixo, que tentava fazer uma ultrapassagem no Campo de Perizes.
Esta é a segunda ocorrência de maior repercussão na rodovia. Em março, a bailarina Ana Duarte foi assassinada no trecho da BR-135 dentro da Ilha de São Luís, quando reduziu a velocidade do seu veículo por causa da buraqueira.
“Nós somos todos covardes. Não temos sido competentes para pressionar devidamente o Governo Federal a concluir essa obra”, afirmou o deputado César Pires (PEN), citando entre os “culpados”, além da União, os deputados estaduais e federais e os senadores maranhenses, além do Governo do Estado.

LAMENTAÇÕES
O parlamentar citou, além da falta de duplicação, outros problemas da via. “Até quando, desta tribuna aqui, nós vamos continuar na lamentação”?
Não tem sinalização horizontal também nesses 17 quilômetros, não tem acompanhamento da Polícia Rodoviária Federal nesses 17 quilômetros. Serão precisos mais mortos para que a gente possa vir aqui fazer cara de mercador, ou tentar fazer média para a imprensa por sensibilidade, quando na verdade nós também somos culpados disso?”, questionou.

César Pires classificou de covarde a classe política, que não consegue convencer o Governo Federal da importância da duplicação da rodovia, palco de acidentes fatais.

PALIATIVOS

Logo após o assassinato da bailarina Ana Duarte, o Dnit reforçou as equipes de recuperação emergencial da BR-135 no trecho dentro da Ilha de São Luís. O ritmo da duplicação, no entanto, segue muito lento. Apesar disso, o órgão garante que as obras não estão paradas.
Dnit só age após registro de tragédias dades e imprudências, o deputado Cabo Campos (DEM) classificou o trecho da BR-135 de “lixo”.
“Oito vidas de uma só vez. Vidas que cruzaram com uma caçamba carregada de lixo. Um verdadeiro lixo que é a BR-135”, disse. Sem citar um culpado específico para a tragédia, ele insinuou que a responsabilidade é do Governo Federal.

DEPUTADO EDUARDO BRAIDE QUER QUE O EXERCITO ASSUMA A OBRA

O deputado Eduardo Braide (PMN) revelou que apresentará requerimento que, se aprovado, possibilitará o encaminhamento de um pedido formal ao Ministério dos Transportes para que a obra de duplicação seja delegada ao Departamento de Engenharia e Construção (DEC) do Exército.

O parlamentar decidiu fazer esse encaminhamento após uma reunião com o comandante do 24º Batalhão da Infantaria Leve (BIL), tenente-coronel Azevedo, ainda na semana passada. “Ele me disse que o Exército tem condições e efetivo para executar essa obra. Apresentaremos um requerimento para que seja encaminhada essa solicitação ao Ministro dos Transportes, para que ele possa fazer essa mudança”, afirmou. 

Pinto e Eliziane discutem planejamento da campanha

Presidente municipal do PSDB e candidata a prefeita definem novos passos para a ampliação da aliança e formação do programa de governo

Pinto e Eliziane

Pinto Itamaraty (PSDB) e  Eliziane Gama (PPS), pré-candidata a prefeita de São Luís, já discutem amplamente as formas de como efetivarem a campanha da candidata que é líder nas pesquisas.

Os tucanos fazem parte da coligação de Eliziane, que já tem também o PTN e o PTdoB.

“Estamos trabalhando na montagem da estrutura de campanha e na busca pela ampliação da aliança” – disse Itamaraty, que é cotado para ser o vice.

Após a reunião, Eliziane seguiu para Brasília, onde deve ficar até a noite desta quinta-feira (9). Na sexta-feira (10), ela recebe o senador Cristóvam Buarque (PPS-DF), para participar do seminário “São Luís de Verdade”, em que falará sobre os problemas da Educação Pública.

O debate, que acontece na Assembleia, terá a participação de profissionais da educação, aliados políticos e membros partidários.

Prefeitura de São Luís investe nos Socorrões

16796_transferencia_socorrao_para_santa_casa_290416_fotobaeta26

Helena-Duailibe-2

A ação denominada “Corredor Zero” coordenada e implantada pela Secretária Municipal de Saúde de São Luís, Helena Duailibe, vem melhorando significativamente o atendimento nas unidades do Socorrão I e II. A ação começou com a transferência de pacientes que se amontoavam nos corredores do Hospital Municipal Djalma Marques, “Socorrão” I. O objetivo inicial foi melhorar o atendimento hospitalar e o reforço da humanização com os pacientes da unidade de saúde municipal.

Os Socorrões atendem em média, 15 mil pacientes por mês, em urgências clínicas, cirúrgicas, ortopédicas, neurológicas e neurocirúrgicas com pacientes da capital e do interior do estado. À medida que os doentes chegam, são transferidos para as enfermarias da Santa Casa.

INVESTIMENTOS
Como parte da reestruturação da rede de urgência e emergência, já está em funcionamento a nova UTI do Socorrão I, que hoje conta com mais 10 leitos, perfazendo 20 no total, resultado do investimento feito pela Prefeitura de São Luís no hospital, que desde 2006, não passava por reformas físicas.

Após o término das reformas, o Socorrão I contará com um espaço com quatro leitos para atendimento especializado de urgências buco maxilares, serviço inédito na rede pública de saúde. Além disto, está sendo feita a recuperação do telhado, do centro de material, da farmácia e a revitalização das estruturas elétrica e hidráulica de todos os ambientes. A Prefeitura também iniciou a reforma da área vermelha.

Câmara dará posse a Carioca no lugar de Beto Castro

beto-castro-carioca-1201x540

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Astro de Ogum (PR), aguarda apenas uma notificação a ser emitida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão – TRE, para cumprir decisão do Tribunal Superior Eleitoral – TSE e dar posse ao suplente, Paulo Roberto Pinto, o “Carioca” (PHS), no lugar do vereador Beto Castro (PROS).

“Estamos aguardando apenas essa notificação do TRE para que a Mesa Diretora da Câmara Municipal possa cumprir a determinação judicial. Assim que chegar, cumprirei a decisão e, darei posse ao suplente Carioca”, afirmou o presidente Astro de Ogum.

O vereador Beto Castro foi acusado por Carioca, de usar duas identidades com nomes diferentes na eleição municipal de 2012.

O vereador teria usado documentos como Werbeth Macedo Castro e Werbeth Machado Castro. Beto Castro nega a acusação.

Em setembro de 2013, Beto Castro chegou a ter o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral, mas, poucas horas após, por ordem da juíza Luzia Nepomucena, titular da 3ª Zona Eleitoral de São Luís, o vereador obteve uma liminar que assegurava sua sua permanência na Câmara até o julgamento de seu processo.

Em dezembro do mesmo ano o TRE-MA decidiu novamente cassar o mandato do vereador por 4 votos a 2. E em março de 2014 por 4 votos a 3, os membros do tribunal julgaram o recurso da defesa e reconduziram Beto Castro à Câmara dos Vereadores.