BLOG VEJA AGORA - Notícias com veracidade dos fatos

Empossado para presidir TSE, Gilmar diz que país leniente 'ficou para trás'

Na cerimônia em que foi empossado como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na noite desta quinta-feira (12), o ministro Gilmar Mendes afirmou que o “país se reorientou” e que o Brasil “leniente e apático ficou para trás”. A declaração foi dada quando o magistradao se referia ao julgamento do mensalão e à operação Lava Jato, que investiga esquema de corrupção na Petrobras.

Gilmar Mendes, que também é ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), ocupará a vaga de presidente do TSE no lugar de Dias Toffoli. O mandato se encerra em fevereiro de 2018, quando Gilmar deverá deixar o tribunal. Nesse período, o vice-presidente da Corte será Luiz Fux, também ministro do Supremo.

“Não remanesce qualquer dúvida de que o país se reorientou, guiando-se agora pelos ventos incontroláveis da participação cidadã. Se, no julgamento do mensalão, iniciou-se a decisiva sinalização de que, vez por todas, a era da impunidade e da complacência com os poderosos sucumbia […], as competentes investigações em curso na Operação Lava Jato comprovam, de forma cabal, que o Brasil leniente e apático ficou para trás”, disse o ministro em discurso.

Ao lado do presidente em exercício Michel Temer, que assumiu a presidência da República nesta quinta, após o Senado aprovar a admissibilidade do processo de impeachment de Dilma Rousseff, Gilmar Mendes fez duras reflexões sobre a crise que atravessa o país. Ao final, desejou “sucesso ao professor Michel Temer nesta difícil missão”, depois de agradecer a presença do ex-presidente José Sarney, presente na cerimônia.

No discurso, Mendes se referiu ao período recente da vida pública como “tragédia de erros que desestabilizou a economia e destroçou o sistema político-eleitoral”. Ele falou em “explosivos problemas”, “terríveis e ininterruptas tempestades”, “abissal crise política”, e “presidencialismo de cooptação”. A final de cada crítica, porém, ressaltava a importância e força das instituições brasileiras para enfrentar os problemas.


 

SINDSPEM realiza festa em comemoração ao dia das mães

SINDSPEM

CONVITE

O Sindicato dos servidores do sistema penitenciário do estado do Maranhão – SINDSPEM, convida os servidores do Sistema Penitenciário, para uma festa em comemoração ao dia das mães, a ser realizada na sede da Aagipem (Associação dos Agentes e Inspetores Penitenciário do Estado do Maranhão). Quem faz o convite a todos os servidores é o amigo César Bombeiro, na oportunidade será servido aos participantes um Churrasco, salgados e refrigerantes totalmente gratuitos e cerveja gelada será a preço promocional.

Quando: Dia 15 (Domingo)

Onde: Na Associação dos Agentes penitenciários – Aagipem

Horas: A partir do meio-dia (12 horas)

Vereador Marquinhos implanta "Viva bem mais" na Vila Luizão

Viva Bem +

O vereador Marquinhos (DEM), implantou no ultimo final de semana, o “Projeto Viva Bem mais”, o primeiro dia de inscrição para o projeto foi bastante procurado pelos moradores da comunidade da Vila Luizão.

O projeto é uma ação realizada com empenho e dedicação da equipe do vereador, para atender os moradores da comunidade. O projeto tem como objetivo principal atender as pessoas desassistidas pelo poder público e conta com Escola de Música, Escolinhas de Futebol, Aulas de Ballet, Zumba, Aero Fitness, Aéróbica e Jiu-Jitsu.

Com este importante benefício, o vereador  contribui diretamente para afastar os jovens das drogas, do sedentarismo e dá oportunidade de para os menos favorecidos.

Deputado Cabo Campos será condecorado com medalhão da Justiça Militar da União

Cabo Campos

A Justiça Militar da União, entregará um Diploma e Medalhão comemorativo do órgão ao Deputado Estadual Cabo Campos (DEM), amanhã (11), no plenarinho Gervásio Santos, da Assembleia Legislativa do Maranhão. Cabo Campos é o primeiro deputado negro a receber a mais alta comenda da Justiça Militar do Brasil.

Campos é de família humilde e desde criança começou a trabalhar para ajudar no sustento da família.

Policial Militar do Estado do Maranhão, Campos conseguiu se eleger para o primeiro mandato em 2014, tendo encampado inúmeras batalhas na luta pelo direito do policiais maranhenses. Desde o começo do mandato vem se destacando em defesa dos mais humildes e em defesa da sociedade.

Edmar Cutrim sabia da nomeação do filho de Waldir Maranhão

Médico que mora em São Paulo, Thiago Augusto Maranhão recebia R$ 7,5 mil do tribunal maranhense

Edmar-Cutrim

O médico Thiago Augusto Maranhão Cardoso, filho do presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), recebeu mais de R$ 235 mil como assessor de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), mesmo sem dar expediente.

Ele foi exonerado ontem, a pedido do próprio conselheiro, que o nomeou em seu gabinete no dia 1º de novembro de 2013, apesar de trabalhar em São Paulo, onde também cursava uma pós-graduação.

Nem Thiago Maranhão nem o pai dele se pronunciaram sobre o caso. Em reportagem de O Estado, a partir de dados disponíveis em fontes abertas e no Portal da Transparência da Corte de Contas, mostra que o filho do presidente em exercício da Câmara passou pelo menos dois anos e meio lotado num cargo identificado como TC-04 no TCE.

O salário mensal bruto era de R$ 7,5 mil, complementado com um auxílio-alimentação de R$ 575,00 – depois reajustado para R$ 800, em março de 2014. Houve ainda, nos anos de 2014 e de 2015, sempre no mês de junho, recebimentos de R$ 3,75 mil. O pagamento foi identificado como “Outros”, mas deve se referir à metade do 13º salário.

Não há valores registrados para os meses de abril de 2015 e de 2016. Do levantamento não constam, também, os totais recebidos em novembro e dezembro de 2013, porque o Portal da Transparência só permite consultas a partir de janeiro de 2014.

O Diário Oficial do TCE mostra, ainda, que antes da nomeação no cargo, Thiago Maranhão já ocupava um de simbologia DANS-I, também de assessor de conselheiro. Também não há no Portal da Transparência dados sobre os pagamentos por esse cargo.

Sucessão em São Luís: Aliança próxima entre PPS e PSDB

Os recentes movimentos político-eleitorais recolocaram o PSDB no centro do debate sucessório em São Luís. Há uma semana, aliados da deputada Eliziane Gama (PPS) davam como certo o apoio do também deputado João Castelo, o que abriria caminho para a chegada do tucanato local.

O apoio não foi confirmado. E o deputado federal João Castelo deu uma declaração pública de que mantém sua pré-candidatura. Apesar do recuo do ex-prefeito tucano, os mais próximos à deputada  Gama, mantêm-se confiantes de que o apoio chegará.

E anunciam mais: o PSDB inteiro deve fechar com a popularsocialista.

Segundo esses interlocutores, o partido deve até indicar o candidato a vice-prefeito na chapa. O nome mais citado para essa missão, no momento, é o do suplente de senador Pinto Itamaraty.

Pinto e Eliziane

Vídeo: Delatora faz grave acusação contra Waldir Maranhão

Waldir Loira

Uma longa investigação de Roberto Cabrini, do SBT, revelou como funcionou o esquema de propinas que envolve políticos dos mais variados escalões.

O deputado federal Waldir Maranhão (PP), agora presidente em exercício da Câmara dos Deputados é um dos denunciados pela modelo Luciane Lauzimar Hoepers, ex-namorada do doleiro Fayed Traboulsi que participou da organização criminosa quebra o silêncio. Ela aponta diretamente Waldir, como recebedor de propina no esquema da operação Miquéias e Lava-jato.

Encontros secretos, escutas telefônicas, acertos fraudulentos, subornos, pagamentos, cofres públicos lesados…

Tudo isso no documentário “Brasília, lado B”. Veja o vídeo:

SEAP promove semana de valorização às mães servidoras do sistema prisional

Mães-servidoras

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), iniciou a semana de valorização às mães servidoras do sistema prisional. Em alusão ao Dia das Mães, que se comemora no próximo domingo, dia 8 de maio, A Supervisão de Gestão de Pessoas (SGP), por meio do Serviço de Assistência Biopsicossocial (SASB), promove o projeto “Mães Servidores”, que se estende até sexta-feira (6).

Além de serviços como massagem terapêutica; dança e ginástica laboral; são oferecidos na campanha: orientação nutricional; sobre auxílio doença; e aplicação de questionário de estresses.

O projeto acontece no refeitório da SEAP e na própria sala do SASB, das 8h às 11h, e das 14h30 às 16h30. No encerramento, haverá um café da manhã, antecipado de um momento ecumênico.

Waldir Maranhão cai em 2 semanas

waldir-maranhao

Com o afastamento do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por unanimidade pelo STF, ontem (5), por decisão acertada do Ministro Teori Zavarscki, quem assume a cadeira da Presidência é Waldir Maranhão. Entre os deputados existe quase uma unanimidade de que a situação de Cunha se tornará insustentável, e ele perderá o mandato.

Um problema estratosférico é que os deputados da mesa diretora que estão na linha sucessória de Cunha também enfrentam problemas: 8 dos 11 integrantes respondem a processos ou têm condenações na Justiça.

Caso ocorra o afastamento do peemedebista da presidência da Casa, o 1o vice-presidente, Waldir Maranhão (PP-MA) assume interinamente o cargo, com a missão de convocar novas eleições no prazo de cinco sessões. O parlamentar do PP é INVESTIGADO NA OPERAÇÃO LAVA-JATO. Ele foi citado pelo doleiro e delator do esquema Alberto Youssef como sendo o receptor de pagamentos mensais que variavam de 30.000 a 150.000 reais. Além disso, ele também responde a dois outros processos no Supremo Tribunal Federal, por lavagem de dinheiro ou ocultação de bens.

Em reportagem do programa Conexão Repórter, do SBT, o jornalista Roberto Cabrini, exibiu uma longa investigação sobre o esquema de propinas que envolve políticos dos mais variados escalões. Entre os denunciados, no bojo da OPERAÇÃO MIQUÉIAS, foi citado o deputado federal e vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA).

O nome do deputado maranhense foi revelado como cabeça do esquema de fraude em fundos de pensões municipais, pela modelo Luciane Hoepers, ex-namorada do doleiro Fayed Traboulsi e ‘aliciadora’ de prefeitos.

Portanto, é esperar duas semanas para Waldir Maranhão estar no olho do furacão, até pior do que Eduardo Cunha. Se for inteligente e tiver um mínimo discernimento, que no caso parece não ter, pode pedir afastamento enquanto é tempo, do contrário, sangrará no cargo da presidência da Câmara do Deputados e não perdurará 15 dias.

Vereador de São Luís é cassado no TSE

BETO CASTRO

O Tribunal Superior Eleitoral – TSE, julgou na noite de ontem (3), uma ação movida pelo suplente de vereador Paulo Roberto Pinto, o Carioca, e por 5 votos a 1, julgou procedente a ação e cassou o mandato do vereador Beto Castro (PROS).

Com a decisão, o “Carioca” suplente de Castro, que moveu a ação, poderá assumir sua vaga na Câmara Municipal de São Luís, tão logo ser publicado o acórdão com a decisão.

A ação questionava a legitimidade e a diplomação de Beto Castro e se baseou na questão de que o ainda vereador pode ter fraudado na justiça eleitoral a eleição.