BLOG VEJA AGORA - Notícias com veracidade dos fatos

Veja Agora! Em nota líder comunitário responde as falsas acusações de Carmem da Eugênio Pereira.

Depois de ser acusado de liderar grupo criminoso no bairro que fundou, o líder comunitário responde à sua ex-amante e agora rival, Profa. Maria do Carmo que se apresenta como “Carmem da Eugênio Pereira” pré-candidata a vereadora pelo PDT.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Eugênio Pereira, líder comunitário, vem por meio desta prestar esclarecimentos ao povo do Maranhão em especial à comunidade de Paço do Lumiar.

No último dia 30/12/2019 fui informado que a atual presidente da Associação de Moradores da Comunidade Eugênio Pereira, Maria do Carmo Marques Vasconcelos que se apresenta como Carmem da Eugênio Pereira havia publicado em redes sociais uma “requerimento em carta aberta ao Governador do Estado” com acusações gravíssimas dirigidas a mim.

Me chamo Eugênio Pereira e desde a década de 1990 estou na luta pela moradia na nossa capital e região metropolitana. Participei de diversas ocupações (Divinéia, Vila Luizão, Sol e Mar, Bob Kennedy, Vila Isabel Cafeteira, Carlos Augusto, Menino Gabriel e tantas outras) tendo conseguido a moradia para mais de 30 mil famílias.

A última ocupação da qual participei foi a que – por decisão dos ocupantes – leva o meu nome: Eugênio Pereira, em Paço do Lumiar, onde moro.

Lá, com recursos próprios e dos demais ocupantes fundei e construí a sede da associação de moradores e da escola comunitária que também leva meu nome.

No final da década de 2000, conheci a então professora Maria do Carmo autora da “carta”. E, logo em seguida, mesmo ciente de que a mesma era casada engatamos um romance extraconjugal que durou até 2017.

Querendo ajudá-la, levei para a comunidade e por ser uma pessoa “estudada” dei a ela total liberdade dentro da associação e da escola comunitária, visando melhorar a educação das crianças do bairro.
Mesmo com oposição dos meus filhos (que acreditava ser por ciúmes) e de companheiros antigos, defendi o nome da Prof. Maria do Carmo para exercer cargos de confiança na associação e em 2016 apoiei a mesma na sua candidatura para vereador, tendo certeza de que os quase 500 votos que recebeu foram dados por pessoas gratas a minha luta.

Em 2017, ainda sob protestos, defendi o nome da Profa. Maria do Carmo para presidente da Associação. Assim, a elegemos, tendo eu como vice e o irmão da mesma como Tesoureiro.

Porém, o que muitos me avisavam e eu me recusava a acreditar tornou-se visível após ter se tornado presidente da Associação.

Já naquele ano a Profa. Maria do Carmo passou a querer tomar decisões isoladas da comunidade e pior, com seus irmãos e dois sobrinhos passou a querer tomar pra si terrenos destinados a futuros equipamentos na comunidade.

A gota d’água deu-se quando seus sobrinhos armados invadiram minha casa e me ameaçaram caso impedisse o pai de cercar um terreno destinado a campo de futebol, afinal, já tinha reclamado para o mesmo.

Não bastasse a ameaça de morte, agora minha “ex-amante” começou a me perseguir. Inúmeros boletins de ocorrência passaram a ser registrados na delegacia de Paço do Lumiar por “ameaças”. A minha “ex-rapariga” então passou a se vitimizar, me acusando de ameaça de morte.

Fui preso em julho de 2019 por força de mandado de prisão oriundo de processo penal consequente da minha luta por moradia. Cumpro pena em regime semiaberto e sair na temporada de Natal, direito que me assiste. Durante os sete dias em que gozei da minha liberdade provisória, devidamente monitorado por tornozeleira eletrônica, a minha “ex-amante” ligou insistentemente para 190 dizendo que estava eu no bairro ameaçando-a de morte. Cheguei a ser abordado por Policiais Militares que atestaram minha situação e verificaram tratar-se de notícia falsa.

No dia 26/12 um ônibus de propriedade do irmão da minha “ex-rapariga” pegou fogo na rua da casa da mãe dela no bairro Boa Vista em São José de Ribamar. Sem registro de ocorrência e sem investigação concluída e aproveitando para ganhar 15 minutos de fama já que é pré-candidata a vereadora pelo PDT, Maria do Carmo resolveu me responsabilizar pelo incêndio, criando uma narrativa absurda e irresponsável.

Para tanto usa da sua amizade com o Governador Flávio Dino e outras autoridades para movimentar a Segurança Pública contra minha pessoa, amigos e familiares.

Ontem, 08/01 fui levado para a Delegacia de Combate ao Crime Organizado para prestar esclarecimentos das falsas acusações da minha “ex-rapariga”, sem a companhia do meu Advogado, repetir tudo que está nesta nota, porém o que me deixou triste foi em saber que mais de 10 pessoas, homens, mulheres, idosos, trabalhadores e muitos fundadores da comunidade também foram intimadas para se explicar de participar de “crime organizado” no Bairro Eugênio Pereira.

Na data de hoje, ainda revoltado com tamanha situação, fui levado para o hospital com suspeita de infarto do miocárdio. Graças ao meu bom Deus, tudo não passou de um susto e no momento em que dito esta carta a familiares, estou me recuperando.

Tenho 54 anos, sou cardíaco, uso um marcapasso, tenho as duas pernas quebradas, estou cumprindo minha pena e pretendo, após pagar ao Estado o que devo voltar ao convívio dos meus filhos, netos e bisneta.

Não carrego na minha história crimes de sangue e tenho como maior “crime” lutar por direito à moradia, repito, desde a década de 1990. Não enriqueci com a luta. Jamais negociei terrenos ou desocupações. Sequer a cargo público busquei. Sou um homem amado por aqueles que ajudei a ter um teto. Nunca ouvi falar em Maria do Carmo em qualquer luta por moradia. Trata-se de uma pessoa sem caráter, sem escrúpulos e sem moral que usa do cargo de presidente de uma associação para enriquecer a custa do povo e do dinheiro público, uma vez que cobra cerca de cem reais para quem quer ter água, vinte reais para quem quer estudar na escola comunitária e recebe mensalmente mais de quarenta mil reais para manutenção da escola que nós construímos, mantendo no quadro de funcionários diversos parentes, amigos que sequer sabem onde fica a Eugênio Pereira, fatos estes já levado ao conhecimento do Ministério Público.

Ontem era amante, aliado e amigo, e depois de dez anos virei bandido para Carmem?

Sr. Governador Flávio Dino, povo de Paço do Lumiar, sou um homem velho e doente que nunca tive interesse políticos eleitorais, mas causa-me tristeza que uma pessoa “estudada” use de sua influência política para perseguir pessoas pobres e humildes, e acredita que assim representará bem o povo na Câmara de Vereadores.

Por fim, informo que os ataques e mentiras lançadas pela Maria do Carmo serão contestados na Justiça.

São Luís, 09 de Janeiro de 2020

ASSASSINATOS EM ARARI PODEM NÃO TER RELAÇÃO COM CRIME DE PISTOLAGEM

No último domingo, 5, os trabalhadores rurais, pai e filho, Celino Fernandes e Wanderson de Jesus RodriguesASSASSINATOS EM ARARI PODEM NÃO TER RELAÇÃO COM CRIME DE PISTOLAGEM Fernandes, foram assassinados em sua residência no Povoado Cedro em Arari, que fica distante cerca de 150 km da capital.
Segundo as primeiras informações, pistoleiros invadiram a casa e dispararam vários tiros contra as vítimas.
No mesmo dia, circulou uma Nota assinada primeiramente pelo grupo intitulado Fóruns e Redes de Cidadania do Maranhão, cujos assassinados faziam parte, dando conta de que o crime teria relação com o conflitos agrários que se arrastam a anos na baixada. A nota acusava o Governo do Maranhão de omisso e ainda fazia referência ao envolvimento da Desembargadora Ângela Salazar e sua família com criação de búfalos em áreas públicas inclusive com cercas elétricas que, segundo a nota, impedem a população de retirarem seu sustento.
Esta versão ganhou corpo e apoio rapidamente nas redes. Vários partidos políticos, ONG’s, Associações e membros de entidades de classe vieram a público defender a versão e assinando a NOTA feita ainda no calor dos acontecimentos.
Outra Motivação
Passado o calor dos primeiros dias após os assassinatos, outra versão para o que teria servido de motivação dos assassinatos ganha força e já está na boca do povo em Arari.
Ocorre que no dia 21 de dezembro de 2019, Celino Fernandes e seus filhos Wanderson, Adriano e Adriana Fernandes, entre outros, teriam promovido uma verdadeira sessão de tortura em que foram vítimas dois rapazes, um deles menor de idade, moradores do Povoado Murici, próximo ao Cedro. (Os nomes dos 2 e seus paradeiros segue sob sigilo por motivo de segurança).
Segundo relatos, no final da tarde do dia 21, os dois jovens foram abordados por Celino e seus familiares que os acusaram de praticarem furto de porcos na região. Os dois rapazes negaram envolvimento e à partir de então teve inicio uma sessão de tortura que durou cerca de 3 horas. As vítimas tiveram suas roupas rasgadas a facão, foram amarrados, açoitados e ainda tiveram seus corpos nus arrastados diante de todos do povoado. Um deles foi arrastado pelos testículos.
Os mesmos só foram liberados após o pai dos torturados ter se comprometido a pagar certa quantia em dinheiro. Mesmo assim, um dos jovens ainda sofreu um profundo golpe de facão na altura do pescoço que chegou a atingir sua medula e que pode deixa-lo paraplégico.
Após as agressões os jovens foram trazidos para a capital, sendo que um deles encontra-se ainda hospitalizado.
A versão de que as mortes de Celino e Wanderson sejam fruto de vingança e não de conflito de terras como se acreditava ganha força na comunidade do Cedro que vive sob um clima de medo e tensão desde então.
Investigação em Curso
A Polícia Civil está investigando o caso e promete muito em breve prender os autores dos assassinatos. Em Nota a PC disse que vem atuando para resolver o problema e que tem mais de um inquérito instaurado, muitas pessoas ouvidas e alguns pedidos, inclusive de prisões.
Continuaremos apurando e buscando o esclarecimento destes crimes hediondos que tiram o sossego e a paz da cidade de Arari.

Veja, Empresas da esposa de Welker Rolim já faturou R$ 40,7 milhões em Prefeituras do MA

Empresas de Berg-Landia do Nascimento Almeida já faturaram mais de R$ 40.871.2525,61 milhões em contratos entre 2015 e 2019 em Prefeituras do Maranhão. A empresária, que também é dentista, é esposa de Welker Carlos Rolim, dono do conglomerado WR.

O grupo empresarial possui 12 empresas, das quais 6 tem sociedade entre Rolim e Almeida, que são as Almeida Comércio e Serviços Ltda; Rolim& Rolim, de nome fantasia Posto Pirâmide, Rolim e Almeida, o Posto Recreio 2;  Almeida Comércio e Serviços, a WR Veículos; a Rolim& Rolim, o Posto Recreio; Rolim e Almeida, o Posto Recreio 3.

Blog  apurou que somente 2 empresas, Almeida Comércio e Serviços Ltda; Rolim& Rolim, movimentaram juntas R$ 40.871.2525,61 milhões em contratos.

Recentemente, a Almeida Comércio e Serviços Ltda foi alvo de uma investigação do Ministério Público, que descobriu que a Prefeitura de Paço do Lumiar e Welker Rolim agiram em conluio para fraudar uma licitação de R$ 6,4 milhões.

Segundo o Parquet, a empresa em questão deveria fornecer 16 caminhões, 16 máquinas e uma carreta, mas não possuía um veículo registrado como seu. Ainda de acordo com as investigações, a Almeida não possui capacidade operacional e tem o endereço registrado no mesmo local em que funciona, um posto de gasolina. As características são as mesmas de empresas de fachada, criadas apenas para emissão de notas fiscais com objetivo dar aparência de legalidade às despesas efetuadas pelo poder público.

“Tais constatações servem para reforçar a presença de conluio das partes e o favorecimento da empresa, na medida em que vencedora em diversas licitações no município, que resultaram em contratações com valores vultosos”, afirmou a promotora Gabriela Tavernard.

Até o momento, Berg Landia não figura qualquer Ação no Ministério Público, mas Carlos Wlker Rolim sim. Ele foi arrolado na denúncia do Ministério Público.

Por: Neto Ferreira

Veja Agora quanto você vai pagar de IPVA em 2020

A Secretaria de Estado da Fazenda divulgou nos últimos dias os valores do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do exercício de 2020 e divulgou o calendário de pagamento do tributo.

O pagamento poderá ser feito em cota única ou parcelado em até três vezes, com o pagamento da primeira cota de acordo com o final da placa dos veículos.

Quem pagar em cota única ainda tem desconto de 10%.

No site da Sefaz é possível consultar o valor a ser pago.

Colônia de Pescadores : Filuca e Leonardo Sá se juntam e mesmo assim perdem para candidata apoiada por Luciano

Em eleição direta para a escolha da nova diretoria da Colônia de Pescadores Z-13 de Pinheiro para o triênio 2020-2023, ocorrida neste domingo dia 05 de janeiro, o grupo do Prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, reconduziu ao cargo de Presidente da Colônia de Pescadores, Selma Durans.

E mais uma vez o prefeito Luciano Genésio venceu à oposição. Foi a demonstração de união e valorização do seu grupo político. A candidata Selma Durans (Selma da colônia) foi reeleita e venceu o seu concorrente direto, o ex-presidente da entidade e ex-prefeito de Pinheiro, Zé Arlindo, com ampla vantagem, obtendo um total de 674 votos dos sócios com direito a voto e que compareceram no local. O candidato derrotado, Zé Arlindo, obteve um total de 301 votos.

Como presidente da Colônia, Selma tem feito grande trabalho e conseguido grandes feitos para a classe dos pecadores, como por exemplo, a aquisição de 5 embarcações para o município, quando era secretária municipal, participação na tão sonhada reforma da Comporta do Rio Pericumã.

A nova diretoria da Colônia de Pescadores Z-13 de Pinheiro para os próximos 03 anos ficou assim:
Presidente: Selma Maria Rodrigues Durans

Vice presidente: Terezinha de J. S. Lima

Secretário Geral e de formação sindical: Domingas Sonia Costa

2⁰ secretário Geral e de formação sindical: Núbia Regina de Sousa Búas

Secretário de finanças e políticas de pesca e Meio Ambiente: Raimundo Luís Pereira Ferraz

2⁰ secretário de finanças e políticas de pesca e Meio Ambiente: Gilvanice Mendes Pereira Barros
Conselheiros fiscais: Ivaldo Nunes Soares
Eliana de Jesus Ribeiro sousa

Desª. Lourival Serejo é eleito presidente do TJ-MA

O Desembargador Lourival de Jesus Serejo Sousa foi eleito nesta quarta-feira (18) presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão.

O magistrado obteve 16 votos em uma acirrada disputa contra a Desembargadora Nelma Celeste Souza Silva Sarney, que teve 14 votos.

Neste processo de escolha também foram eleitos a desembargadora Maria da Graça para Corregedor do Tribunal.

Lourival teve apoio do atual presidente do TJ-MA, Des. José Joaquim Figueiredo dos Anjos e do ex-presidente Cleones Cunha, atualmente na presidência do TRE-MA.

Câmara Municipal de São Luís concede honraria a Álvaro Pires

Alvaro receberá a maior honraria da Câmara Municipal de São Luís, a Medalha Simão Estácio da Silveira 

Por proposição do vereador Nato Júnior (Progressistas), a Câmara Municipal de São Luís concederá a maior honraria para as pessoas que mantém serviços prestados em São Luís, a Medalha Simão Estácio da Silveira ao jovem político Álvaro Pires.   

O vereador justificou a entrega da honraria, mediante aos serviços prestados no qual Álvaro Pires vem desenvolvendo em várias comunidades São Luís.

A honraria está marcada para ser entregue na próxima quarta-feira (18), data em que se encerra o período legislativo na Câmara Municipal de São Luís.  

Veja Agora, Umbelino destina 322 mil em emendas ao Aldenora Bello

O vereador Umbelino Junior (Cidadania 23) destinou R$ 322 mil reais em emendas parlamentares para Fundação Antônio Dino, instituição mantenedora do Hospital Aldenora Bello em São Luís. O recurso poderá ser aplicado na compra de novos materiais e medicamentos utilizados no tratamento de doenças.

“Só quem conhece a realidade e as dificuldades de quem passa pelo tratamento na luta contra o câncer sabe o quanto é necessário um atendimento ágil e com uma importante estrutura. Já vivi de perto essa realidade quando minha mãe foi diagnosticada com câncer e curada. Nossa emenda está sendo destinada com o intuito de salvar vidas e garantir que a instituição continue realizando esse importante serviço”, garantiu o parlamentar.
O Hospital Aldenora Bello é o pioneiro no tratamento de câncer no Maranhão. A unidade conta com 175 leitos de internação, divididos em enfermarias clínica, cirúrgica, pediatria, UTI e apartamentos. Por ano, são diagnosticados mais de 3.500 novos casos de câncer, onde são realizadas mais de 56.756 consultas, 896 cirurgias, 30.141 quimioterapias e 6.025 radioterapias.
“O Aldenora Bello conta com uma grande estrutura, muitas pessoas passam pela unidade diariamente. É importante lembrar que esse recurso só está sendo destinado graças ao orçamento impositivo que foi aprovado ano passado na Câmara. Um feito inédito durante os 400 anos da Casa, onde capitaniei junto aos demais colegas essa vitória. Precisamos fazer a nossa parte e ajudar a manter esse importante serviço”, avaliou Umbelino.

Assembleia Legislativa aprova Orçamento do Governo do Maranhão para 2020

O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou, na sessão desta quarta-feira (11), o Projeto de Lei 484/2019, de autoria do Poder Executivo, que prevê o Orçamento do Estado do Maranhão para o exercício financeiro de 2020. De acordo com a matéria, o Orçamento para o próiximo ano estima uma receita global no valor de R$ 19.959.908.806,00 (dezenove bilhões, novecentos e cinquenta e nove milhões, novecentos e oito mil e oitocentos e seis reais).

O Projeto de Lei encaminhado ao Poder Legislativo pelo governador Flávio Dino contempla todos os setores da administração pública, assim como também prevê recursos para o pagamento dos servidores em geral, especialmente dos pensionistas e aposentados, no exercício de 2020.

Na Mensagem Governamental 081 encaminhada à Assembleia, o governador Flávio Dino reafirma a política de austeridade fiscal e explica os principais aspectos considerados para a elaboração do projeto, que estima receita e fixa a despesa do Estado do Maranhão para 2020.

No PL 484/2019, o Governo do Estado explica que o projeto do Orçamento, formulado em consonância com o Plano Plurianual – PPA 2020/2023, compreende a programação dos Orçamentos Fiscal, da Seguridade Social e dos Investimentos das Empresas nas quais o Estado do Maranhão detém a maioria do capital social, abrangendo as ações de todos os órgãos e entidades dos três Poderes.

A Mensagem do Executivo à Assembleia Legislativa afirma que “o último quadriênio tem sido marcado por uma grave crise econômica e política, que reduziu a qualidade de vida dos brasileiros, possibilitando o retorno do desemprego, dentre outros problemas sociais”.

Na justificativa do projeto, o governador argumenta ainda que, “diante deste difícil cenário, o Maranhão tem sido, nos últimos quatro anos, um dos poucos Estados do país que conseguiram enfrentá-lo sem abrir mão da expansão dos serviços públicos, investindo em infraestrutura, melhorando diversos indicadores, em especial nas áreas da educação e segurança. As taxas de investimento público do Maranhão, em face da Receita Corrente Líquida, estão entre as mais altas do país, dado que sublima o enorme esforço que tem sido feito”.

Flávio Dino ressalta também que, desde que assumiu o Governo do Estado, vem adotando um conjunto de medidas que combinam a responsabilidade fiscal e social com o objetivo de reduzir as desigualdades, melhorar a qualidade de vida dos maranhenses, sem comprometer o equilíbrio das contas públicas.

Defesa do projeto

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rafael Leitoa (PDT), ocupou a tribuna, durante o encaminhamento da votação da matéria, para defender o projeto. “Tanto o Projeto de Lei do Plano Plurianual 2020/2023 quanto o Projeto da Lei Orçamentária Anual 2020 apresentam uma projeção que organiza políticas públicas e relaciona todos os programas, ações e metas da administração estadual”, frisou.

Rafael Leitoa foi enfático ao afirmar que, mesmo com a crise financeira, o Maranhão tem mantido o aumento de investimentos em áreas prioritárias como Saúde, Educação e Segurança. O líder do governo acrescentou ainda que “o atual cenário de incertezas na economia nacional impõe vários desafios aos Estados”.

Saúde

Na Saúde, o valor previsto chega a mais de R$ 2,34 bilhões, o que permitirá manter o funcionamento dos dez grandes novos hospitais que o Governo do Maranhão abriu desde 2015, além de gerir diversas outras unidades espalhadas pelo Estado.

A Educação chegou ao montante previsto de R$ 2,76 bilhões, sem contar o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul), que tiveram aumentos expressivos.

Para o IEMA, a elevação foi de 7,7%, chegando a um total de R$ 221 milhões. Já para as universidades, o aumento foi ainda maior: 35,7% pra a UemaSul e 35,5% para a Uema. Juntos, os dois orçamentos somam R$ 721 milhões.

O líder do governo argumentou ainda que, de acordo com a Mensagem Governamental, o Plano Plurianual foi concretizado a partir de diálogo com todas as regiões do estado, quando, seguindo a diretriz do governo Flávio Dino, equipes da Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento (Seplan)  e da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) estiveram em todas as regiões do Maranhão ouvindo da população as prioridades para cada território.

Críticas ao projeto

Durante o encaminhamento da votação, os deputados Adriano Sarney (PV), Wellington do Curso (PSDB) e César Pires (PV) ocuparam a tribuna para criticar a matéria, defendendo a modificação do projeto original com emendas de remanejamento do orçamento.

Em seu discurso, o deputado Adriano Sarney chegou a chamar o projeto do governo de “peça de ficção”. Os outros dois deputados da bancada de oposição, César Pires e Wellington do Curso, também criticaram a proposta orçamentária e apresentaram emendas, que foram rejeitadas pelo Plenário.

Luizinho Barros, O Prefeito Cara de Pau!!!! tem Projeto de lei que aumenta tributos para moradores de São Bento Aprovado pela Câmara!!!!

Em caráter de urgência, um projeto do prefeito Luizinho Barros foi aprovado ontem na Câmara de Vereadores de São Bento. O projeto, que aumenta a carga tributária para os moradores, foi aprovado sem nenhuma Audiência Pública e sem nenhuma tramitação nas comissões.

Mais de 100 taxas foram criadas neste novo projeto sem que a população fosse chamada para debater e conhecer todas elas. O vereador Gentil Garcês, que votou contra o projeto ao lado dos parlamentares da Oposição, disse que as taxas são abusivas e que mesmo sem a precisão de votar com urgência, a proposta foi aprovada pelos parlamentares da Base de Apoio ao prefeito.

Em Tempo: O Blog Veja Agora vai mostrar aqui em outro post todos os vereadores que votaram a favor da lei.