BLOG VEJA AGORA - Notícias com veracidade dos fatos

Veja Agora, São Bento receberá mais de R$ 100 mil para compra de máscaras, luvas e álcool gel em combate ao covid19

A Comissão Intergestores Bipartite do Maranhão definiu na quarta-feira (25) a divisão de R$ 20,1 milhões garantidos pelo governo Jair Bolsonaro para o combate ao novo coronavírus no estado.

O valor soma-se aos R$ 14 milhões que já haviam sido disponibilizados no início do mês.

Prefeito de São Bento Luizinho Barros

Segundo os critérios aprovados durante o encontro, e já registrados em ata, serão R$ 4 milhões para a Secretária de Estado da Saúde (SES) – R$ 2 milhões dos quais devem ser utilizados para a compra de máscaras, álcool gel e outros Equipamentos de Protecao Individual (EPIs), a serem distribuidos pela Famem às prefeituras – e R$ 16 milhões para as gestões municipais.

 

 

Prefeito morre com suspeita de Covid-19

Prefeito Antônio Nonato Lima Gomes

Morreu na madrugada desta sexta-feira (27) o prefeito do município de São José do Divino (PI), Antônio Nonato Lima Gomes, mais conhecido como Antônio Felícia (PT), de 57 anos. O prefeito faleceu no Pronto-Socorro de Piracuruca com suspeita de Covid-19. O prefeito de Piracuruca,  Raimundo  Alves (PSD), é médico e foi quem realizou o atendimento do prefeito Antônio Felícia.

De acordo com informações de Raimundo Alves, Antônio Felícia tinha diabetes e estava no grupo de risco. Na quarta-feira (25), o gestor de São José do Divino comunicou a Raimundo Alves que estava com febre e dificuldades para respirar, em que foi orientado pelo médico para ir buscar atendimento em Teresina. Antonio Felícia não seguiu a recomendação e seu quadro clínico se agravou.

“A região amanheceu com sentimento de luto muito grande. Há dois dias ele [Antônio] me ligou como amigo perguntando onde eu estava atendendo e disse que estava com dois dias de febre. Eu perguntei se ele tinha algum sintoma gripal, ele disse que não, então eu recomendei que ele fosse a Teresina para diagnosticar essa febre, ele não foi. Hoje por volta de 2h, ele deu entrada no Pronto-Socorro de Piracuruca com uma falta de ar intensa. O médico de plantão me ligou, conseguiu entubar rapidamente mas já veio a óbito imediatamente”, disse o prefeito de Piracuruca.

Devido aos sintomas, a morte do prefeito passou a ser investigada como suspeita de Covid-19. Uma amostra do material foi coletada e enviada para análise  o Laboratório Central (Lacen), em Teresina.

“Na região a gente não tinha nenhum caso notificado, nem suspeito, ele passa a ser um caso clinicamente suspeito”, conclui o prefeito de Piracuruca. O sepultamento imediato já foi providenciado.

Coronavírus: Câmara Federal aprova projeto que prevê R$ 600 por mês para trabalhandor informal

Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (26) um projeto que prevê o pagamento de R$ 600 a trabalhadores informais por três meses em razão da pandemia do coronavírus. A mulher que for mãe e chefe de família poderá receber R$ 1,2 mil. A proposta do governo era de R$ 200 para os trabalhadores informais, o Congresso passou para R$ 600.

Com a aprovação, o texto seguirá para votação no Senado. Ainda não há data definida para a análise pelos senadores. O pagamento do auxílio emergencial é limitado a duas pessoas da mesma família.

Segundo estimativa preliminar da Instituição Fiscal Independente (IFI), ligada ao Senado, o impacto fiscal com o auxílio para a União será de R$ 43 bilhões por três meses. O cálculo não considera ainda as mães chefes de família que poderão receber o auxílio em dobro.

Pela proposta, poderá receber o montante o autônomo que não receber benefícios previdenciários, seguro desemprego nem participar de programas de transferência de renda do governo federal, com exceção do Bolsa Família.

Desde a semana passada, a Câmara e o Senado tem aprovado projetos relacionados ao combate do coronavírus e dos efeitos provocados pela crise.

Em razão das medidas de prevenção contra o coronavírus, a sessão desta quinta foi parcialmente virtual, com a presença de apenas alguns deputados no plenário. Os demais acompanhavam por videoconferência.

Entenda o projeto

O projeto altera uma lei de 1993 que trata da organização da assistência social no Brasil. De acordo com o texto, o dinheiro será concedido a título de “auxílio emergencial” por três meses ao trabalhador que cumprir os seguintes requisitos:

  • for maior de 18 anos;
  • não tiver emprego formal;
  • não for titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o bolsa-família;
  • cuja renda mensal per capita for de até meio salário mínimos ou a renda familiar mensal total for de até três salários mínimos;
  • que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

Outros requisitos para receber o auxílio é:

  • exercer atividade na condição de Microempreendedor Individual (MEI) ou;
  • ser contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social ou;
  • ser trabalhador informal, de qualquer natureza, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal até 20 de março de 2020.

Apesar de a previsão inicial de pagamento do auxílio ser por três meses, o relator da proposta, Marcelo Aro (PP-MG), disse que a validade do auxílio poderá ser prorrogada de acordo com a necessidade.

O projeto estabelece ainda que só duas pessoas da mesma família poderão acumular o auxílio emergencial.

Para quem recebe o Bolsa Família, o texto ainda permite que o beneficiário substitua temporariamente o programa pelo auxílio emergencial, se o último for mais vantajoso.

Inicialmente, o auxílio previsto no parecer do relator era de R$ 500, mas, após a articulação de um acordo com o governo federal, o valor passou a ser de R$ 600.

Pouco antes, em uma live realizada pelo Facebook, o presidente Bolsonaro havia dito que, após conversar com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o governo defendia inicialmente que o auxílio fosse de R$ 200, “ele resolveu triplicar”. “Deu o sinal verde”, acrescentou Bolsonaro.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), elogiou a construção de um acordo entre Legislativo e Executivo, relação geralmente marcada por atritos. Maia ponderou que, mesmo com divergências, é preciso haver um ambiente de diálogo para buscar soluções para “salvar vidas e encontrar o melhor caminho para que a economia sofra menos”.

BPC

O projeto de lei pretende ainda resolver um impasse em relação ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é pago, no valor de um salário mínimo por mês, a idosos ou pessoas com deficiência de baixa renda.

O Congresso Nacional havia ampliado o limite de renda para ter direito ao pagamento do benefício, que valeria já para este ano. Com isso, mais pessoas passariam a ser beneficiadas, elevando as despesas públicas.

Alarmante!!!! Sobe para 14 o número de casos de Coronavírus Maranhão

A informação foi confirmada agora pouco pelo governador Flávio Dino (PCdoB), em sua conta no twitter. “Infelizmente chegamos a 14 casos de coronavírus confirmado no Maranhão. Ou seja, tendência continua a ser de elevação de casos, apesar de todas as medidas preventivas que adotamos. Seguimos trabalhando com seriedade e respeito à vida de todos. Unidos vamos vencer.” Postou o governador.

O que é coronavírus? (COVID-19)

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1…

 

O que você precisa saber e fazer.
Como prevenir o contágio:


  • Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.


  • Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.


  • Evite aglomerações se estiver doente.


  • Mantenha os ambientes bem ventilados.


  • Não compartilhe objetos pessoais.

Primeira capital com toque de recolher, amplia confinamento

Um dia após a fala do presidente Jair Bolsonaro criticando ações de governadores e prefeitos pelas medidas de isolamento social devido ao coronavírus, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) assinou decreto na noite desta quarta-feira (25) ampliando o toque de recolher decretado na capital do Mato Grosso do Sul.

A partir desta quinta-feira, 26, todo o comércio e a circulação de veículos e pessoas devem paralisar das 20h às 5h. Desde sábado (22), quando foi imposto, o recolhimento das 22h às 5h

A capital sul-mato-grossense foi a primeira do País a decretar a medida, que também suspendeu o transporte coletivo. Conforme o prefeito, a decisão de ampliar em duas horas o confinamento domiciliar deveu-se ao aumento no desrespeito à medida, que ele atribuiu à fala presidencial.

Na noite seguinte ao pronunciamento, o número de denúncias de descumprimento registrado pela Guarda Civil Metropolitana saltou de 270 para 1.100. O prefeito afirmou que aglomerações com mais de 20 pessoas não serão toleradas e que, a partir das 20h, quem estiver na rua sem motivo aceitável será conduzido à delegacia. Os veículos serão apreendidos.

O confinamento ampliado em duas horas vale nos fins de semana, de sexta a domingo – durante a semana será das 22h às 6h. O decreto vigora até 5 de abril, quando a medida será reavaliada. A fiscalização é feita por 55 guardas municipais com o suporte de um drone.

O Deputado Federal Eduardo Braide, destaca aprovação de PL que garante merenda escolar em casa

Na primeira sessão  remotar pela Câmara dos Deputados, o deputado Eduardo Braide destacou a aprovação do PL 786/2020, que garante merenda escolar em casa para as crianças.

“Asseguramos às crianças, o direito à alimentação escolar em casa, garantindo dignidade e condições para enfrentar o momento pelo qual passa o nosso país”, destacou Braide.

O PL 786/2020, de autoria do deputado Hildo Rocha, altera dispositivo na Lei n° 11.947/99, que dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar e do Programa Dinheiro Direto na Escola aos alunos da educação básica, além de alterar outros dispositivos.

“Sabemos que em muitos casos a merenda escolar é a principal refeição das nossas crianças. Com a aprovação do projeto, garantimos a continuidade desse direito e o mais importante: uma solução viável para a regular alimentação delas nesse momento de crise”, concluiu Braide.

Urgente!!!! Flávio Dino confirma 10 casos do novo coronavírus no Maranhão

O governador Flávio Dino (PCdoB) confirmou, agora há pouco, em entrevista à TV Mirante, o registro de mais dois casos de Covid-19 no Maranhão, um em São Luís e outro em Imperatriz. Com isso, sobe para 10 o número de pacientes infectados pelo novo coronavírus no estado.

O caso de Imperatriz é de um médico natural da cidade tocantina, mas que trabalha em São Paulo, onde fez o exame e testou positivo. Ele chegou a postar o resultado em suas redes sociais e postou uma mensagem em que se coloca à disposição para orientar, via Instagram, as pessoas sobre a doença.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) ainda não atualizou seu boletim epidemiológico sobre o novo coronavírus com os dois casos mais recentes. Segundo o secretário Carlos Lula, um problema no site do órgão está impedimento a inserção de novos dados.

De acordo com o último boletim, divulgado há dois dias, 64 municípios do Maranhão já haviam registrado pelo menos um caso suspeito de Covid-19.

Texto: Daniel Matos

Prefeitura de São Vicente Férrer, baixa Decreto com medidas de combate ao Coronavírus

Decreto Municipal

A prefeita de São Vicente Férrer Conceição Castro, assinou nesta Quarta-feira (25 de março de 2020) o Decreto nº 42, com uma série de providências para enfrentamento do Covid-19 no Município. São orientações e medidas com embasamento sanitário cujo foco é evitar ao máximo aglomerações de pessoas e consequentemente a possibilidade de propagação do Coronavírus.

Prefeita Conceição Castro (PCdoB)

“São ações lideradas pela secretaria Municipal de Saúde com as devidas orientações da Secretaria Estadual e do Ministério da Saúde, baseadas em protocolos de vigilância sanitária, necessárias para que não tenhamos perdas de vidas humanas no nosso município”, disse a Prefeita Conceição Castro (PCdoB).