BLOG VEJA AGORA - Notícias com veracidade dos fatos

Príncipe Charles, de 71 anos está infectado com o Covid-19

Charles, de 71 anos, é o filho mais velho da rainha Elizabeth II e o herdeiro do trono. “O príncipe de Gales foi testado positivamente para o Coronavírus”, publicou a Casa de Clarence, o nome do palácio onde vive o príncipe.

Ele tem sintomas leves, mas está em boa saúde e tem trabalhado de casa nos últimos dias de maneira usual.

Charles esteve com a mãe, a rainha Elizabeth, no dia 12 de março, de acordo com informações de fontes da realeza britânica passadas à Reuters. A rainha tem 93 anos.

Nomes de pacientes sonegados pelo HFA com teste positivo para o coronavírus podem ser os de Bolsonaro e da primeira-dama

Integrantes do Palácio do Planalto admitem que os dois nomes dos paciente com testes positivos para o novo coronavírus sonegados à Justiça pelo Hospital das Forças Armadas (HFA) podem ser os do presidente Jair Bolsonaro e da primeira-dama, Michele.

Esses servidores dizem que a lista do HFA virou tabu dentro do Planalto. A ordem é não passar qualquer informação sobre os exames do presidente e da mulher dele “por questão de segurança nacional”. Mas o incômodo é grande, uma vez que o Palácio de tornou uma das principais fontes de contaminação pelo coronavírus em Brasília.

O último a ser contaminado foi um dos motoristas que atendem o presidente da República. Ele deu entrada em um hospital de Brasília alegando estar com problemas respiratórios, sintomas característicos da Covid-19.

O HFA sonegou os dois nomes à Secretaria de Saúde do Saúde do Distrito Federal, apesar de a Justiça ter determinado o repasse de todos os registros de pessoas que foram testados positivamente para o coronovírus. Do total de 17 pessoas confirmadas com a Covid-19, somente 15 tiveram os nomes revelados à Justiça.

Proteção à intimidade

A sonegação dos dois nomes foi ressaltada em ofício encaminhado à Justiça pelo comandante logístico do Hospital das Forças Armadas, general Rui Yutaka Matsuda.

“Deixo de informar à V Exa. (juíza Raquel Soares Chiarelli), neste documento, os nomes dos pacientes com sorologia positiva para a Covid-19, a fim de evitar a exposição dos pacientes e em virtude do direito constitucional de proteção à intimidade, vida privada, honra e imagem do cidadão”, escreveu Matsusa.

Curiosamente, diante da insistência dos jornalistas em ter acesso aos resultados dos exames de Bolsonaro, o governo restringiu o acesso a dados públicos por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI). A Medida Provisória tratando do tema foi editada na calada da noite.

Essa postura do governo ocorre mesmo depois de 23 pessoas que integraram a comitiva presidencial para os Estados Unidos no início de março terem testado positivo para o coronavírus.

A decisão de Bolsonaro de não dar transparência a seus exames para a Covid-19 foi fechada com os filhos. O deputado Eduardo Bolsonaro é o defensor mais enfático para que o governo esconda as informações.

Fonte: Correio brasiliense

Corte de energia elétrica está proibido por 90 dias no Brasil inteiro!!!!

Agência nacional das telecomunicações

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta terça-feira (24) suspender os cortes no fornecimento de energia elétrica motivados por falta de pagamento dos consumidores.

A medida vale por 90 dias, pode ser alterada e foi adotada em razão da crise na economia provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Pela decisão, a suspensão vale para todas as residências urbanas e rurais e para os serviços considerados essenciais, como hospitais.

A medida já vinha sendo defendida por entidades de proteção dos direitos dos consumidores como uma forma de ajudar as famílias.

O relator do processo, o diretor Sandoval Feitosa, destacou que a medida não isenta os consumidores do pagamento, mas serve para garantir a continuidade do fornecimento para quem não tiver condição manter as faturas em dia.

“Rogo a todos brasileiros que possam pagar no prazo a suas faturas que o façam. Isso permitirá que possamos abraçar as pessoas que não possam pagar as contas de energia”, afirmou.

No voto, Feitosa afirmou ainda que o fornecimento de energia elétrica é essencial para manter os brasileiros em suas casas. O processo foi votado em reunião extraordinária.

A resolução da Aneel também prevê outras medidas, entre as quais:

  • suspensão da entrega mensal da fatura impressa;
  • entrega pessoal de faturas;
  • suspensão do descadastramento de famílias da tarifa social;
  • suspensão de atendimento presencial ao público;
  • entrega pessoal de faturas;
  • suspensão do descadastramento de famílias da tarifa social;
  • elaboração de planos de contingência específicos para atender hospitais e locais usados para o tratamento da população.

Segundo a Aneel, os consumidores residenciais respondem por quase 47,5% do faturamento das distribuidoras de energia e hoje o nível de inadimplência é de 5%.

“Caso as medidas de vedação à suspensão do fornecimento resultem em aumento da inadimplência, o Órgão Regulador certamente terá que adotar medidas alternativas para garantia da sustentabilidade do setor elétrico”, informou a agência.Sobre a suspensão do corte de inadimplência, Feitosa afirmou ainda que a decisão também dá uniformidade ao tratamento dado às distribuidoras já que alguns estados e municípios têm publicado decretos proibindo o corte no fornecimento.

G1

Xand Avião e sua esposa estão com coronavírus

Nesta terça-feira, dia 24, o cantor de forró Xand Avião confirmou que ele e sua mulher, Isabele Temoteo, tiveram o resultado positivo para o novo coronavírus. O cantor gravou alguns vídeos numa rede social, confirmando estar com a doença.

Ele contou que fez os testes na segunda-feira, dia 16, junto com a esposa e sua filha, Maria Isabella. O resultado positivo do casal saiu, enquanto que o da filha deu negativo.

Veja Agora, Presidente da comissão de educação, Vereador Marquinhos propõe distribuição de cestas básicas a alunos da rede municipal em substituição à merenda escolar

Vereador Marquinhos (DEM)

Em função do recesso escolar provocado pelo coronavírus, muitas crianças acabam ficando também sem acesso a refeições de qualidade que são oferecidas na merenda escolar, e como forma de assegurar que os estudantes tenham a alimentação garantida durante o período de quarentena, o vereador Marquinhos (DEM), apresentou requerimento ao prefeito Edivaldo Holanda Junior, para que realize, através das secretarias de Assistencial Social e Educação, a distribuição de cestas básicas mensais para alunos da rede municipal de educação, enquanto durar o período de interrupção das aulas, como forma de suprir a ausência da refeição proporcionada aos estudantes com a merenda escolar,

Marquinhos explicou que essa medida é necessária porque muitos estudantes dependem das refeições nas escolas para se alimentarem. “Muitas vezes a principal refeição desses alunos é na escola. As nossas crianças são carentes e se encontram em uma vulnerabilidade social intensa, em casa, durante muito tempo estarão sujeitas aos agravos de saúde, o que nos preocupa. Essa distribuição visa evitar que as crianças adoeçam ou fiquem frágeis em função da ausência da alimentação por conta da suspensão das aulas”, enfatizou.

Prevenção

Como forma de prevenção do contagio do corona vírus, o vereador ainda sugere que seja feito um cronograma detalhado e bem divulgado a fim de evitar aglomerações para o recebimento das cestas, e também ressalta que é importante que a distribuição seja feita em locais abertos como as quadras das escolas, por pessoas devidamente equipadas, para o mínimo de exposição aos colaboradores que estejam na linha de frente das entregas.

Alcance social

Greiciane Barros, que mora no Anjo da Guarda e tem filhos que estudam na rede púbica municipal, conta que estava preocupado de as crianças ficarem sem comida durante a quarentena: “Eu acho essa iniciativa do vereador Marquinhos muito importante. A maioria das crianças vai para os colégios pela aula e pela alimentação. Garantir isso a elas é humanidade”, elogiou.

 “Muitas vezes a principal refeição desses alunos é na escola. As nossas crianças são carentes. Essa distribuição visa evitar que as crianças adoeçam ou fiquem frágeis em função da ausência da alimentação por conta da suspensão das aulas”, enfatizou o vereador Marquinhos mais uma vez.

Texto: Reinaldo luzan

Osmar Filho institui sessões remotas e suspende atendimento presencial na Câmara de São Luís

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), instituiu as chamadas sessões ordinárias deliberativas remotas nas quais os parlamentares, conectados a plataforma de Internet disponibilizada pelo setor de Tecnologia da Informação da Casa, poderão interagir e deliberar sobre assuntos constantes na chamada ordem do dia.

A medida inédita da Mesa Diretora do Parlamento Ludovicense, que completou, em 2019, 400 anos de atividades, visa preservar a saúde dos vereadores, funcionários da CMSL e do próprio público diante da proliferação do Novo Coronavírus (COVID-19).

A primeira sessão virtual será realizada nesta terça-feira (24), a partir das 10h30. Na oportunidade, o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, participará e tratará acerca da aplicação de R$ 3,1 milhões oriundos de emenda coletiva de autoria dos 31 vereadores. Ele também fará um relato das ações desenvolvidas pelo Município para combater o vírus.

As sessões serão realizadas sempre que houver convocação da Mesa Diretora. Elas serão transmitidas ao vivo pelo canal da Câmara no YouTube.

Cada vereador está recebendo dos servidores da TI informações sobre como utilizar a plataforma digital .

Eles, através de um link, entrarão em uma sala virtual, onde poderão tratar das matérias colocadas, igualmente como ocorreu no Senado Federal recentemente.

Suspensão – A Mesa Diretora da Câmara adotou novas medidas de prevenção ao COVID-19.

O atendimento presencial nos setores administrativos, que já estavam funcionando em regime de plantão, estão suspensos por um período de 15 dias a partir desta terça-feira (24).

“São novas medidas que objetivam zelar pela saúde de todos, parlamentares, vereadores e do cidadão. As sessões virtuais irão propiciar que os vereadores, de forma remota, possam interagir e deliberar sobre os temas e propostas que estão na ordem do dia. Continuaremos atentos e trabalhando para dar a nossa contribuição para que São Luís avance, cada vez mais, nesta luta de combate a este vírus”, afirmou o presidente.

Na semana passada, os vereadores uniram-se e destinaram, cada um, R$ 100 mil em emendas individuais para combater o Coronavírus e a H1N1 na capital. O aporte financeiro de R$ 3,1 milhões será aplicado pela Prefeitura em novas ações de saúde.

Osmar Filho também assinou resolução administrativa instituindo 13 medidas de prevenção ao COVID – 19 no âmbito do Palácio Pedro Neiva de Santana.

Com prazo de vigência de 30 dias, tais medidas vão desde a diminuição do número de sessões ordinárias; até a restrição do acesso do público à galeria do Plenário; não realização de visitas institucionais e de eventos relacionados, ou não, com a atividade parlamentar; além da liberação de servidores e colaboradores com idade acima de 60 anos, por exemplo.

O presidente também determinou a antecipação dos salários, referente a este mês de março.

A medida valoriza o funcionalismo e contribui com milhares de famílias neste momento delicado pelo qual toda a sociedade está passando diante da pandemia do Coronavírus.

São Vicente Férrer: Prefeitura reforma escola municipal no povoado Juçaral

 

Agora foi a vez da escola Dom Pedro ser reformada, que fica localizada no povoado Juçaral, a Prefeitura de São Vicente Férrer, vem realizado dezenas de reforma nas escolas do município para melhor comodidade e aprendizado dos alunos.

Garantindo mais conforto e segurança às crianças, a Escola Municipal, recebeu obras de reforma e ampliação, que envolveu a reconstrução do telhado, troca da instalação elétrica e espaço para biblioteca. Além disso, foi disponibilizado novo mobiliário escolar.

“Não podemos deixar de acreditar e nos organizar para um futuro melhor, com base na educação”, disse a prefeita Conceição Castro (PCdoB).

Urgente!!!! Mais 6 casos novos de coronavirus são confirmado no Maranhão, ao todo já são 8 infectados

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) comunica que registrou mais seis casos confirmados de infecção por COVID-19, totalizando oito casos no Estado conforme atualização divulgada nesta segunda-feira (23).

Desde o início do monitoramento, 170 casos foram descartados. Oito casos confirmados por laboratório. Até o momento, o Maranhão registrou 480 casos de possível infecção por COVID-19.

Dos seis novos casos, quatro tiveram contato com o primeiro caso confirmado no Maranhão. Monitorados, os contactantes, todos idosos, estão cumprindo o isolamento domiciliar conforme protocolo do Plano Estadual de Contingência do Novo Coronavírus (COVID-19). De acordo com o monitoramento diário do Centro de Informações Estratégicas e Vigilância em Saúde (CIEVS), os idosos apresentam sintomas leves.

Os outros dois novos casos positivos: um homem de 43 anos, teve contato com caso suspeito; e um homem de 57 anos, com histórico de viagem para São Paulo e Salvador, estão monitorados e em isolamento domiciliar.

Projeto de Weverton proíbe corte de água e luz durante a pandemia e anistia consumidores de baixa renda

O senador Weverton (PDT-MA) apresento projeto de lei que cria a Tarifa Social Emergencial de Água, Esgoto e Energia Elétrica.

A proposta prevê anistia, em caráter emergencial, das contas de água, esgoto e energia elétrica para consumidores de baixa renda nos próximos 90 dias.

O texto proíbe ainda o corte dos serviços no mesmo período e veda a redistribuição desses valores na conta dos outros consumidores.

Pelo projeto, consumidores de 20 metros cúbicos de água por mês e até 200kwh de energia por mês terão desconto de 100% em suas contas de água e luz. Além disso, não pode haver cortes em função de atrasos.

“A crise, gerada pela pandemia do coronavírus, vai se aprofundar. Muitas pessoas, que estavam se virando como informais, vão perder renda e elas precisam ser protegidas”, afirmou Weverton.

O senador lembrou ainda que haverá casos de pessoas que ficarão impossibilitadas de sair de casa para pagar contas, razão pela qual não faz sentido permitir o corte dos serviços.

“Este é um momento que requer união e solidariedade, não podemos permitir que as famílias fiquem sem serviços essenciais no meio de uma pandemia, principalmente água, que é algo fundamental para a prevenção”, explicou.

Postos de saúde do Turu lota após início da campanha de vacinação

O posto  de saúde do Turu amanheceu lotado  nesta segunda-feira (23), após o anúncio do início da campanha de vacinação contra o vírus a Influenza  (H1N1), feito pela Prefeitura da capital, lembrando que a vacinação no posto turu começou desde sexta-feira (20/03).

Para tentar conter a aglomeração de pessoas nos postos, a Prefeitura de São Luís ampliou a quantidade de locais de vacinação, mas não adiantou.

Em uma postagem nas redes sociais, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, pediu para que não haja desespero pela vacina, pois a primeira etapa da campanha terá duração de 30 dias, portanto, não há necessidade de todos correrem para os postos de vacinação nesses primeiros dias, porque haverá tempo suficiente para as pessoas do público-alvo se vacinarem com tranquilidade