Polícia
Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Fiel é preso dentro da Assembleia de Deus pela Polícia Civil do Maranhão

Sebastião Rodrigues, mais conhecido por irmão Sérgio, é proprietário das Lojas Eliz Modas

Pastor Bel é o segundo suplente de Senador. Edinho Lobão é o primeiro e o velho Lobão é titular

A prisão do irmão Sérgio dentro do templo surpreendeu bastante os fiéis. Ele é supeito de manter relacionamento com uma menor de 16 anos de idade.

A Assembleia de Deus fica localizada na cidade de Santa Luzia, a 280 Km da capital maranhense. Policiais chegaram armados, interromperam o culto e levaram o fiel para a delegacia, afim de se explicar.

A forma como os policiais entraram na sede assembleiana, revoltou os membros da igreja, que lançaram uma Nota de Repúdio assinada pelo suplente de Senador Heber-Waldo Silva Costa, conhecido como pastor Bel.

 

Mulher que raptou bebê fingiu gravidez ao namorado

suspeita

Mariluze Santos Pinheiro, suspeita de ter raptado um bebê com menos de um mês da Maternidade Marly Sarney, no bairro da Cohab, cometeu o crime para tentar amarrar o relacionamento com o companheiro.

O bebê foi localizado e devolvido à família horas depois de ter sido retirado da maternidade. A suspeita responderá por subtração de incapaz. A pena para este crime é de 2 a 6 anos de prisão. De acordo com a delegada Maria de Jesus, titular da Delegacia de Polícia Civil da Cohab, a suspeita Mariluze teria inventado uma gravidez para o companheiro, que é pedreiro. O homem, que não teve identidade divulgada, já prestou depoimento, onde disse que a companheira saiu de casa nesta manhã alegando ter entrado em trabalho de parto.

O CASO
Mariluze Santos Pinheiro entrou na Maternidade Marly Sarney sob alegação de que iria acompanhar uma paciente, e saiu levando o bebê da mãe, que já tinha recebido alta hospitalar.

Vigilantes fizeram buscas aos arredores da maternidade, mas não encontraram a suspeita, que foi localizada um motaxista, que após ouvir no Programa Ponto Final, na Mirante AM, por meio do repórter policial Domingos Ribeiro, desconfiou da mulher que carregava uma criança em seus braços, eles foram interceptados próximo ao POP Center da Cohab. Ela estava sem documentos de identificação, o motaxista chamou então uma viatura da policia que passava próximo ao shopping e foi levada para o 6º DP na Cohab.