Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Veja Agora: Cajari vai gastar R$ 2,5 milhões com Carnaval em meio ao estado de calamidade pública

Prefeito Constâncio Souza

O prefeito de Cajari, Constâncio Souza (Podemos), vai gastar mais de R$ 2,5 milhões com Carnaval em meio ao estado de calamidade pública no próprio município. A informação consta em extratos publicados no Diário Oficial dos Municípios, órgão da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM).

De acordo com o documento, a adjudicação da adesão nº 20/2023 – da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), os custos da despesa incluem decoração, iluminação, camarim e camarote, tenda, palco, sonorização, locação de banheiros químicos, apresentação, produção, edição de imagens, segurança, brigadistas de primeiros socorros, além de atrações locais e nacionais.

Segundo especialistas consultados pela reportagem, em casos de calamidades, eventos festivos podem ser cancelados. Não pelo impacto da estrutura econômica, mas pelo luto, pela comoção e pelas ações de respostas, recuperações e reabilitação das áreas afetadas.

“Entendemos que, quando um município decreta situação de calamidade pública, a prioridade do poder público é resolver aquela calamidade. Algumas ações do Ministério Público que foram acatadas pela Justiça é que não pode haver gastos com festas públicas, gastos desnecessários, enquanto houve essa situação de calamidade”, disse o entrevistado.

Segundo levantamento realizado pela reportagem junto ao Sistema Integrado de Informações sobre Desastres S2iD, a cidade de Cajari está com decreto de calamidade vigente até o próximo mês de abril.

Por conta do reconhecimento da situação, a administração cajariense ficou autorizada a dispensar licitação para as contratações que visavam à aquisição dos bens necessários ao atendimento da situação calamitosa. Ou seja, em questões como essa, o povo acaba dançando literalmente.

Do Blog: Maranhão de Verdade 

Cajari: Moradores do Povoado Santa Maria denunciam abandono de obras de escola

Prefeito Constancio Souza

Os moradores do povoado Santa Maria, do município de Cajari, estão revoltados com tanto descaso e falta de compromisso da gestão do prefeito Constâncio Souza.

Os moradores gravaram vídeos em que denunciam o abandono das obras de uma escola da comunidade que tem apenas as paredes levantadas; o local está tomando pelo matagal. “Isso é uma vergonha, cadê o prefeito e a gestão dessa cidade que não tem vergonha de ver uma coisa dessas?”, criticou um dos moradores.

O prefeito Constâncio tem realizado um gestão desastrosa, repleta de problemas e que tem causado muitos danos a população. Enquanto o gestor vê sua administração ruir a cada dia, mais ainda ele permanece em silêncio, sendo conivente com suas ações ou com a falta delas. Assista:

Cajari: MP-MA recomenda Câmara Vereadores vetar contratação de funcionários temporários

Prefeito Constancio Souza, de Cajari.

Após o circo orquestrado pela atual gestão e o presidente da câmara municipal, na câmara de vereadores de Cajari na última sessão legislativa ocorrida nesta sexta-feira (10), o Ministério Público Estadual intervém e emitiu uma Recomendação para que todos os vereadores se abstenham de votar no Projeto de Lei de contratação temporária encaminhado pelo prefeito Constancio Souza.

A Recomendação caiu como uma bomba no colo da atual gestão e da minoria dos vereadores da câmara que apoiam o prefeito.

A ideia do prefeito é usar os cargos temporários para fazer politicagem e, para tanto, estão orquestrando um grupo de pessoas a insultarem e protestarem contra os vereadores de oposição, tentando a todo custo intimidar para aprovar os contratos irregularidades.

Circulam nas redes sociais áudios de WhatsApp que comprovam claramente que na tentativa de sobreviver politicamente o inábil gestor fatiou todas as secretarias do município em troca de apoio da frágil minoria da câmara de vereadores, bem como, já teria também divididos todos os contratos entre os vereadores para evitar uma possível cassação por irregularidades cometidas.

Visando o bem da população e a regularidade dos atos, os vereadores de oposição (Altemar Lobato, Juca do Veloso, Marinalva de Reginho, Pedro Nunes Filho, Enock da Boa Vista e Valdimar Soeiro) que são maioria na câmara, juntamente com todo o seu grupo político, desde o início do ano legislativo construíram uma pauta positiva para a realização de concurso público no município, afim de que todo Cajariense tenha a possibilidade de ser aprovado sem apadrinhamento político, melhorando também a qualidade do ensino no município.

Do Blog Domingos Costa