Educação
Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Flávio Dino, Felipe Camarão e vereador Marquinhos inauguram biblioteca “Jean Camarão”

Flávio Dino, Felipe Camarão e vereador Marquinhos inauguram biblioteca e governador doa livros

O governador Flávio Dino entregou no ano passado, a reforma, ampliação e equipamentos da Escola em Tempo Integral Professora Maria Estefânia Rosa para a comunidade do Turú.  No último sábado (23), o governador retornou à escola para a inauguração da biblioteca, que já havia sido reformada, a unidade recebeu um novo acervo, com 400 títulos, além de nova mobília, com mesas, cadeiras e estantes, para dar mais conforto aos estudantes, além disso, o governador doou livros de sua biblioteca para um projeto dos estudantes da escola.

A entrega ocorreu durante uma Feirinha Literária organizada por alunos de um dos Clubes de Protagonismo estudantil. Partiu dos estudantes a iniciativa para tornar a biblioteca da escola mais atrativa para os alunos.

Meses atrás, alguns desses jovens tiveram a oportunidade de conversar com o governador sobre a importância da leitura. Flávio Dino prometeu que participaria da inauguração da biblioteca e cumpriu.

“Nas Escolas de Tempo Integral nós temos os Clubes de Protagonismo, organizados pelos próprios estudantes. Eles tiveram um debate comigo sobre livros, leitura e literatura. Me convidaram para estar aqui, e eu disse que viria para essa inauguração para valorizar o trabalho que é feito por eles, por toda a comunidade educacional”, declarou o governador Flávio Dino.

Biblioteca Jean Camarão

Com a inauguração, o espaço ganhou um novo nome e passa a ser chamado Biblioteca Jean Camarão, uma homenagem da comunidade escolar à avó paterna do secretário de Educação (Seduc), Felipe Camarão, que também esteve presente na inauguração.

Felipe Camarão disse que antes da reforma, em 2018, o Centro Educa Mais Professora Estefânia Rosa estava abandonado e era usado como abrigo para usuários de drogas.

“O governador Flávio Dino reconstruiu essa escola e hoje ela é uma das mais belas da rede estadual. É uma escola em Tempo Integral que oferece ensino de altíssima qualidade, uma escola completa. Os nossos meninos e meninas, juntos com nosso corpo docente preparam essa surpresa, uma Feirinha Literária muito bonita”, destacou o secretário.

Polícia Federal deve fazer operação na Secretaria de Educação de São Luís

A Justiça Federal afirma que Moacir Feitosa deixou de comprovar a regularidade de aplicações de milhões de reais, quando foi Secretário de Educação de São Luís no período 2009 e 2010

Secretário Moacir Feitosa é Réu na Justiça Federal

A Justiça Federal acusa o atual secretário de educação da gestão Edivaldo Holanda Júnior (PDT), Moacir Feitosa, de não aplicar corretamente os recursos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvido da Educação) para aplicação no PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), o dinheiro era para a merenda escolar das crianças de São Luís.

O período que foi constatado a não aplicação dos recursos foi de 01/01/2009 e 25/03/2010.

O secretário enfrenta um desgaste com a classe dos professores, a secretaria não paga fornecedores e prestadores de serviços e esta acusação pode desencadear uma Operação da Polícia Federal, nos próximos dias.

A gestão do prefeito Edivaldo está indo de mal a pior e com péssimos gestores à frente dos órgãos municipais. Desvios e investigações estão sendo efetivados em quase toadas a secretarias do município.

Réu na Justiça Federal, o secretário Moacir Feitosa não reúne mais elementos para permanecer no cargo que exerce no município, a acusação do Ministério Público é de desvios de dinheiro da Merenda Escolar, o prefeito Edivaldo tem que tomar uma medida urgente.