Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Veja Agora: Fábio Macedo contempla Nova Olinda do Maranhão com ambulância

O município de Nova Olinda do Maranhão,  que tem a frente da Prefeitura a Grande Gestora  Iracy Weba, esposa do ex- deputado Hemetério Weba, foi contemplados com ambulâncias, fruto de indicação  do Deputado Fábio Macedo  (PSDB). O ato de entrega, foi conduzido pelo governador Flávio Dino (PSB), que aconteceu na manhã desta segunda-feira (6), no Palácio dos Leões.

Ao todo, foram entregues oito ambulâncias, contemplando também os municípios de Lago do Junco, Montes Altos, São Vicente Ferrer , Passagem Franca, Duque Bacelar  Presidente Médici e São Luís Gonzaga.

“Com certeza, a nossa prefeita voltará  para suas cidades mais felizes porque contarão com esses importante instrumentos de saúde, que vão melhorar e agilizar o atendimento aos pacientes. Agradeço ao governador Flávio Dino por mais esta iniciativa em prol dos municípios e do bem-estar da população maranhense”, disse o parlamentar.

Durante a cerimônia, Flávio Dino destacou o investimento que o Governo do Estado tem feito para a melhoria e ampliação do atendimento à saúde em todo o Maranhão. Segundo ele, a entrega de ambulâncias faz parte das ações com essa finalidade. “Um investimento que já soma aproximadamente R$ 80 milhões para ofertarmos uma assistência mais eficiente a todos os cidadãos do nosso estado”, afirmou.

Em caravana do Governo do Estado, Rogério Cafeteira entrega kits esportivos nos municípios maranhenses

O secretário de Esportes, Rogério Cafeteira, esteve no último final de semana acompanhando a caravana do Governo do Estado em alguns municípios.

Na agenda de compromissos houve o anúncio e entrega de novas obras, distribuição de cestas básicas e entrega de kits esportivos.

O secretário Cafeteira tem exercido sua função com muita desenvoltura, sempre presente nas pautas e agendas do Governo, trabalhando na garantia de benefícios para o setor de esportes nas cidades maranhenses.

“Final de semana muito positivo em agenda com o Governo do Estado, espero que as cidades beneficiadas com os kits esportivos possam fazer bom uso desses equipamentos em benefícios da nossa juventude”, disse Rogério Cafeteira.

Felipe Camarão entrega mais uma Escola Digna no Jardim Tropical

O secretário de Educação, Felipe Camarão, realizou a entrega de mais uma Escola Digna, CE Luís Rego, para o bairro Jardim Tropical. Também participou da entrega o pré-candidato a deputado estadual Leandro Bello, que ao lado do secretário, tem prestado grande apoio nas ações da Educação em todo o estado.

A nova escola possui laboratórios, auditório, climatização das salas, quadra nova, além de uma rua digna para o acesso à escola. Segundo Camarão, a comunidade esperou 30 anos por essa conquista.

“Um legado maravilhoso que o Escola Digna está deixando para as gerações de maranhenses. E ainda teremos muitas ações e novas Escolas Dignas para serem entregues até o final do ano. Avante!”, declarou Felipe Camarão.

Grupo AJA de Cantanhede visita Ecopontos de cidades vizinhas

Os municípios de Arari e Matões do Norte receberam a visita técnica do grupo de Agente Jovem Ambiental – AJA, de Cantahede. O propósito da visita foi observar e conhecer os Ecopontos das duas cidades. O projeto é uma parceria da Prefeitura de Cantahede, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

O prefeito Zé Martinho, Kabão, tem investido na Educação Ambiental como forte política pública, a cidade tem se tornado referência na região através do excelente trabalho desenvolvido pela AJA. O projeto tem foco na coleta seletiva de resíduos sólidos.

O prefeito falou da importância da ação para Cantanhede e cidades vizinhas. “Precisamos avançar todos os dias e o primeiro passo para o avanço é o conhecimento. Nada melhor do que investir nos nossos jovens, que representam o futuro da nossa cidade “, declarou o prefeito Kabão.

Veja Agora: Curso Wellington inicia turma preparatória específica para o CFO e IBama

O Curso Wellington, unidade Monte Castelo, iniciará uma turma específica para o concurso do Ibama, que deve ocorrer no dia 30 de janeiro de 2021. São ofertadas 568 vagas para cargos de nível médio e superior, e os salários variam de R$ 3.605,34 a R$ 8.089,64! A banca organizadora é o Cebraspe.

Interessados poderão se candidatar a partir do dia 1/12 até o dia 20/12, por meio do site da banca Cebraspe. O valor da taxa de participação é de R$ 70,00 para o cargo de técnico e R$ 120,00 para o cargo de analista.

OUTROS CONCURSOS
Além de turma específica para o Ibama, o Curso Wellington está com inscrições abertas para as turmas preparatórias para o CFO e o concurso da Assembleia Legislativa e turma universal (para formação da base em disciplinas que costumam ser cobradas em todos os concursos). As aulas começam dia 07 de dezembro, na Unidade do Monte Castelo, com preços promocionais até o dia 06 de dezembro!

Prefeitura inicia oficialmente o Natal da Nossa Gente em São José de Ribamar

Foi realizada a abertura oficial do Natal da Nossa Gente, no município de São José de Ribamar. Na ocasião, a prefeitura realizou um cortejo com desfile do Papai Noel, com saída do bairro Outeiro, parada no Cruzeiro e finalizando na praça da Matriz.

Na programação, orquestras, grupos teatrais e projeção do vídeo mapping, chamaram a atenção e fizeram a festa dos participantes, que se encantaram com o show pirotécnico no céu da cidade.

Além disso, houve a visita na casa do Papai Noel, no Centro de Cultura, onde ficará aberto para visitação até o dia 6 de janeiro.

O Natal da Nossa Gente teve abertura oficial feita pelo prefeito Dr. Julinho, que falou da importância do momento.

“Quero agradecer a Deus e a presença de todos os envolvidos neste momento gratificante, com a bençao de Deus. Que esse clima natalino nos proporcione paz, alegria, felicidade, nos afastando dessa pandemia e que traga fraternidade”, destacou o prefeito.

Participaram do encontro vereadores, secretários municipais, representantes do santuário, parlamentares e a comunidade em geral.

Ex-vice prefeito Jorginho Murad e vereadora Vanessa Murad declaram apoio à Leandro Bello

O ex-vice-prefeito de Peritoró Jorginho Murad e sua esposa, vereadora de Peritoró Vanessa Murad, declararam, com exclusividade ao BLOG Veja Agora, que vão apoiar o jovem Leandro Bello, liderança forte de Timon,  Pré canditao  a deputado estadual.

Leandro Bello já foi vereador em Timon por três mandatos consecutivos e já foi candidato a deputado federal, no qual obteve uma expressiva votação a nível de estado. Bello é destaque absoluto no cenário político maranhense e encabeça uma geração de jovens comprometidos com a população e com a cidadania.

O político também tem atuação forte nos povoados de Timon e demais cidades vizinhas, a região já decidiu e escolheu Leandro Bello como seu representante no Parlamento Estadual.

Por seu histórico de serviços relevantes prestados a população, Leandro Bello foi escolhido por Jorginho Murad e por Vanessa Murad, por seu imenso potencial e comprometimento com Timon e com o Maranhão.

VEJA AGORA!!!! REVISTA CRUSOÉ DISTORCE FATOS E IGNORA DADOS PARA DIZER QUE DINHEIRO NA MÃO DE JOSIMAR ERA FRUTO DE DESVIO DE EMENDAS

PROBLEMA É QUE O DEPUTADO, QUE É PECUARISTA, JÁ TINHA DECLARADO AO TSE EM 2018 QUE MOVIMENTA TOTAL DE R$ 1,4 MILHÃO EM ESPÉCIE. MATÉRIA TAMBÉM USOU GRAVAÇÕES ILEGAIS QUE NÃO CONSTAM NO PROCESSO. ENTENDA


Escracho pela culatra! Reportagem distorce informações e desinforma sociedade sobre dinheiro em espécie declarado por deputado Josimar à Justiça Eleitoral e ao Fisco

A edição semanal da Revista Crusoé fez um esforço para associar o deputado Josimar ao suposto esquema de desvio de emendas. De autoria dos jornalistas Paulo Cappeli e Rodrigo Rangel, a reportagem diz que “aliado do Planalto e um dos homens fortes do PL, o novo partido do presidente da República, o parlamentar maranhense é flagrado com generosos maços de dinheiro vivo destacando, inclusive, que segundo a Polícia Federal, a dinheirama é produto de um megaesquema de desvio de verbas de emendas parlamentares liberadas pelo governo”.

A afirmação, no entanto, ignora alguns pontos que podem fazer o escracho sair pela culatra! A informação ‘vendida como novidade’ é antiga, desde dezembro de 2020, porém, curiosamente, pode ter sido vazada para o veículo de comunicação, pois o processo está sob segredo de justiça. Diante disso, não custa perguntar: Por quê? A quem interessa? Quem vazou?

Além disso, um fato ignorado pela reportagem merece ser questionado: é crime movimentar dinheiro declarado em espécie em casa ou no escritório?

O que a Crusoé ignorou é que o deputado, que é pecuarista, já tinha declarado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nas eleições de 2018, a movimentação de R$ 1,4 milhão em espécie, valores que também foram comunicados à Receita Federal.

Na época, segundo a legislação eleitoral, as declarações deveriam respeitar os informes financeiros entregues à Receita Federal no exercício anterior – nesse caso, valores referentes a dezembro de 2017.

A posse de dinheiro em espécie em casa, embora possa ser um indício de irregularidade, não constitui crime algum, desde que as quantias sejam declaradas ao Fisco conforme os procedimentos estabelecidos pelo Ministério da Fazenda.

“Não existe na legislação brasileira e nem poderia existir uma proibição da pessoa guardar dinheiro em espécie em casa, mas a Receita Federal tem editado normas novas, principalmente a partir de janeiro de 2018, para seguir o rastro desse dinheiro”, conforme explicou alguns especialistas consultados pelo blog.

Josimar declarou ao TSE um total de R$ 1,4 milhão em espécie nas eleições de 2018. Explicada a origem, não é crime guardar dinheiro declarado em espécie

Reportagem usou gravações ilegais

Outro ponto polêmico que foi ignorado na reportagem da revista foi a divulgação de gravações ambientais, supostamente, realizadas em locais privados sem autorização judicial. Prova disso, por exemplo, que o material colhido por monitoramento sequer foi considerado no processo.

A Constituição brasileira determina que o sigilo de correspondência e de comunicações telefônicas de um cidadão é inviolável, mas abre exceção para casos em que haja ordem judicial para fins de investigações criminais. A Lei nº 9.296, de 24 de julho de 1996, determina quais são as regras para os casos de interceptação eletrônica, ou grampos eletrônicos, em caso de investigação.

Segundo a norma, o grampo telefônico só pode ser realizado quando houver indícios “razoáveis” da autoria ou participação em crime e não houver outros meios para que a prova seja obtida. É crime, entretanto, realizar interceptação de comunicações sem autorização judicial.

Quem pode determinar uma interceptação telefônica é um juiz, por iniciativa própria, ou a pedido de uma autoridade policial em caso de investigação, ou ainda por representante do Ministério Público. O pedido precisa conter, com clareza, qual é a sua finalidade e sua necessidade e será respondido pelo juiz em até 24 horas. A diligência não poderá exceder o prazo de 15 dias, período que pode ser renovado por mais 15 dias se for comprovada a “indispensabilidade do meio da prova”.

Em caso de pessoa com foro privilegiado por prerrogativa de função (entre elas Presidente da República, ministros, deputados e senadores federais) – como é o caso de Josimar –, a autorização para uma interceptação telefônica deve ser concedida antes pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Isso porque o STF é o juízo competente para julgar ocupantes de cargos públicos com foro privilegiado.

Perguntas sem respostas

Ou seja, se estava mesmo sendo investigado, por qual motivo os responsáveis pela investigação não conseguiram a autorização legal para interceptação telefônica? Se a justiça não autorizou, de que forma esse material foi colhido? Como esse monitoramento foi realizado? Quem autorizou as gravações? Quem vazou as imagens sigilosas para a revista?

Crime gera indenização – A gravação e posterior divulgação das conversas, podem trazer graves consequências jurídicas para os envolvidos. Isso por que em 2010, o flagrante preparado que foi reconhecido pelo STJ como crime impossível em 2017, motivou a indenização de um cidadão que ganhou uma ação judicial perante a 4ª Vara da Fazenda Pública de Natal e recebeu R$ 8 mil por ter sido vítima da prática desse crime.

Perseguição explica situação

Como já destacamos acima, ter dinheiro em espécie, não é crime! Além de deputado, Josimar é empresário bem sucedido, podendo ter valores em sua posse, como qualquer indivíduo. Basta declarar ao Fisco, como ele sempre fez. Os valores que a própria revista disse que foi sacado e levado para o escritório é seu e estava devidamente comprovado. Se não fosse assim, a Polícia Federal, nestes mais de dois anos de investigação, já tinha provado Ilegalidade e apresentado a denúncia.

A verdade é que estão fazendo uma ginástica para tentar desidratar a imagem do deputado maranhense, que figura como pré-candidato a governador, para que não receba apoio de Bolsonaro. Razão: com a filiação do presidente da República ao PL, Josimar ganha ‘moral’ de ter ficado a frente do partido no Maranhão, mesmo com outros grupos pedindo a cadeira.