Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

“Já estava na hora de voltar, nossos filhos precisavam”, diz mãe de estudantes da rede estadual em 1º dia de volta às aulas

Secretário Felipe Camarão dialoga com a comunidade escolar e tira dúvidas de estudantes

Dona Fátima Ferreira é mãe de Alisson Ferreira e Felipe Ferreira, ambos estudam no Centro de Ensino João Evangelista Serra dos Santos, no bairro Ilhinha, em São Luís, uma das mais de mil unidades escolares da rede pública estadual do Maranhão que retornaram, nesta segunda-feira (2), às atividades em formato híbrido. A dona de casa esteve na escola durante o retorno dos filhos e disparou: “Quem somos nós sem educação? Já estava na hora de voltar, nossos filhos precisavam. É muito boa a forma como estão fazendo, melhor do que ficar em casa”, revelou.

Cerca de 1,1 mil escolas da rede iniciaram o retorno às aulas presenciais, com formato híbrido, em todo o estado. Destas, 128 escolas estão localizadas na capital maranhense. O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, acompanhou a retomada das aulas em algumas escolas e destacou que o momento é histórico para a educação.

“Há um sentimento de esperança de que as coisas estão voltando ao normal, e com a vacinação, estamos conseguindo retornar com segurança, muita solidariedade e empatia. Temos certeza que vamos conseguir recuperar toda a aprendizagem que, eventualmente, tenha ficado prejudicada nesse período. Nossa comunidade escolar está muito engajada nesse retorno, professores esperançosos e no olhar de cada estudante a alegria ao retornar, principalmente, para as escolas dignas reformadas e entregues durante a pandemia”, revelou.

O professor de Filosofia do Centro de Ensino Maria José Aragão (Cidade Operária), Delsio Pavan, chamou a atenção para a preparação das escolas visando o retorno seguro das aulas. “A escola se preparou de acordo com todos os protocolos exigidos pela Organização Mundial de Saúde e da Seduc [Secretaria de Estado da Educação], justamente para que possamos voltar às aulas híbridas com o maior cuidado possível”, explicou.

Expectativa

A representante UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas), Alexia Reis, ressaltou que os estudantes estão felizes com o retorno das aulas. “Depois de mais de um ano fora da escola, nossa expectativa é muito boa, porque a gente gosta mesmo de educação dentro da sala de aula. Acreditamos que conseguiremos retornar com segurança e recuperar o tempo perdido”, enfatizou.

“O que fiquei mais feliz foi chegar na escola e ver uma quadra reformada. Foi muito gratificante para mim voltar às aulas e ter a escola bonita, pronta para nos receber”, comentou João Gabriel Câmara, do CE João Evangelista Serra dos Santos, que foi reformada e entregue pelo Governo do Estado em setembro do ano passado.

“Quase não dormi de tanta ansiedade por esse momento. Todos os alunos estavam esperando por esse momento presencial, todos estavam com saudades até porque são quase dois anos sem nos vermos e a expectativa está muito grande para conhecer os professores, aqueles que ainda não vimos”, revelou a estudante Tharsila Nicolle, do terceirão do Centro Educa Mais Dayse Galvão.

“Estava com saudade, muito bom poder rever todo mundo e conhecer quem antes a gente só via pela tela do computador”, diz Lays Fonseca, estudante da 2ª série e jovem protagonista do Educa Mais Domingos Vieira Filho, em Paço Lumiar.

Para Fábio Henrique, estudante do Centro Educa Mais João Francisco Lisboa, o tempo de pandemia trouxe lições importantes. “A lição que eu tiro disso tudo é que é importante a gente ter uma aula com o professor por perto. As aulas online ajudaram bastante, mas com o professor perto, é melhor para captarmos o assunto, por isso, vou aproveitar bastante”, concluiu.

Fonte: Seduc