Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Veja Agora em Paço do Lumiar: Justiça nega volta de Paula; Jorge Maru “inelegível”

Paço do Lumiar – A prefeita de Paço do Lumiar, Paula Azevedo, permanecerá afastada do cargo após o STJ (Superior Tribunal de Justiça) negar o pedido de habeas corpus. A decisão foi proferida pelo ministro Otávio Toledo, mantendo a determinação da desembargadora Maria da Graça Amorim, do TJMA (Tribunal de Justiça do Maranhão), que afastou a prefeita por 50 dias devido a suspeitas de irregularidades na gestão. O vice-prefeito, Inaldo Alves Pereira, continua a exercer o cargo de prefeito interinamente até 18 de agosto.

Paralelamente, o presidente da Câmara Municipal de Paço do Lumiar, vereador Jorge Maru, enfrenta um possível cenário de inelegibilidade.

A 3ª Câmara Cível do TJMA confirmou a decisão do juiz Celso Pinheiro Junior, que manteve a demissão de Maru do cargo de professor da rede estadual de ensino após processos administrativos por abandono de emprego. Tal decisão tem potencial para tornar Maru inelegível, embora ele ainda possa recorrer.

A jurisprudência do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estabelece que funcionários demitidos do serviço público por processos administrativos disciplinares são automaticamente inelegíveis, salvo se a demissão for suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário. Este entendimento foi recentemente reafirmado em casos semelhantes, reforçando a dificuldade de Maru reverter sua situação antes das eleições.

A inelegibilidade de Jorge Maru é particularmente significativa, pois ele é o pré-candidato apoiado por Paula Azevedo para sucedê-la na prefeitura. Com a confirmação da decisão do TJMA, o cenário político em Paço do Lumiar fica favorável para a oposição capitaneada pelo mega empresário Fred Campos, uma vez que a prefeita afastada e seu sucessor escolhido enfrentam graves obstáculos judiciais.

A situação de Paula Azevedo ainda pode evoluir conforme novos processos de afastamento continuam a tramitar na 1ª Vara de Paço do Lumiar. Até o momento, seu retorno ao cargo não foi autorizado, e seu futuro político permanece incerto. Enquanto isso, Jorge Maru aguarda os próximos passos jurídicos para definir sua elegibilidade nas próximas eleições.

Paula Azevedo e Jorge Maru enfrentam desafios judiciais significativos que afetam diretamente suas carreiras políticas e o cenário eleitoral em Paço do Lumiar. A decisão do STJ e do TJMA coloca ambos em posições delicadas, com implicações profundas para o futuro político da cidade.

Por: A carta Política