Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Saúde mental do trabalhador é tema de palestra para servidores da Câmara

Conscientizar sobre os cuidados da saúde mental do trabalhador. Esse foi o objetivo da palestra “Saúde do Trabalhador – Burnout”, promovida pelo Departamento Pessoal da Câmara Municipal de São Luís.

A programação, direcionada aos servidores da Casa, foi ministrada pelo psicólogo Mauro Brandão Júnior e faz parte da campanha em alusão ao “Janeiro Branco”, mês de conscientização à saúde mental.

“O momento foi propício, pois levou informações sobre a Síndrome de Burnout, abordou sobre a prevenção da saúde mental e incentivou os servidores a buscar o autoconhecimento, que acabam sendo mascarados com a rotina”, pontuou o psicólogo.

Para o servidor Daniel Pacheco Sabóia, do setor de Documentação, a iniciativa é de suma importância e o assunto precisa ser debatido sempre.

“A palestra foi benéfica, pois nos ajudou a entender que a Síndrome de Burnout é uma doença comum nos ambientes de trabalho e tem ganhado força nos últimos anos. Estamos quebrando certos tabus sobre sofrimentos psíquicos e avançando no combate a esses transtornos que atingem a saúde mental das pessoas, principalmente nós, enquanto trabalhadores. Estou ansioso por outras ações desse tipo, que proporcionam bem-estar e conhecimento”, elogiou Daniel.

A proposta apresentou informações necessárias sobre a síndrome e disponibilizou ferramentas aos servidores para que possam reconhecer sintomas ou sinais referentes à doença.

Campanha Janeiro Branco

Inspirado no “Outubro Rosa”, a campanha “Janeiro Branco” foi idealizada pelo psicólogo Leonardo Abrahão, em 2014, no estado de Minas Gerais. A campanha ocorre no primeiro mês do ano e convida as pessoas a refletirem sobre suas vidas, a qualidade dos relacionamentos e incentiva o debate sobre o tema em todos os espaços.

Síndrome de Burnout

A Síndrome de Burnout é um distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso, cuja causa está intimamente ligada à vida profissional.

Também chamada de Síndrome do Esgotamento Profissional, a síndrome de Burnout foi assim denominada pelo psicanalista alemão Freudenberger, após constatá-la em si mesmo, no início da década de 1970, no século XX.

Seria o desejo do indivíduo de ser o melhor e sempre demonstrar alto grau de desempenho. Outra fase importante da síndrome: o portador de Burnout mede a autoestima pela capacidade de realização e sucesso. O que tem início com satisfação e prazer, termina quando esse desempenho não é reconhecido. Nesse estágio, a necessidade de se afirmar e o desejo de realização se transformam em obstinação e compulsão; nesta busca, o paciente sofre, além de problemas de ordem psicológica, forte desgaste físico, gerando fadiga e exaustão. É uma patologia que atinge profissionais da área de Saúde, Segurança Pública, Setor Bancário, Educação, Tecnologia da Informação, gerentes de Projetos, cartorários, jornalistas, advogados, pilotos, cientistas, professores e até mesmo voluntários.

 
Acompanhe o Blog Veja Agora também pelo Facebook.
Categoria: Uncategorized