Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Gestora do Iema de Axixá encaminha direito de resposta ao blog

A Gestora do Iema de Axixá, encaminhou Direito de Redpota a este blog em relação a matéria divulgada ontem (10/06).

Que tem Por título:

ESCÂNDALO: GESTORA DO IEMA DE AXIXÁ ACUSADA DE BEBER COM ALUNOS MENORES DE IDADE VAI DEBATER EDUCAÇÃO COM GASTÃO VIEIRA

Confira aqui:

DIREITO DE RESPOSTA – A LEI Nº 13.188/2015, ART. 5º, INCISO V, CONSTITUIÇÃO FEDERAL

Lea Cristina Paixão, gestora da Unidade Plena de Axixá do IEMA- Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão- cumprindo suas funções com o máximo empenho sendo a UP de Axixá com o início de sua gestação vem tendo diversas condecorações Vem esclarecer as fake News recentemente divulgadas pelo “blog veja agora” e difundidas, via aplicativo de mensagens [WhatsApp] principalmente, em relação a ética e moral profissional.

Cabe ressaltar que a única verdade ali relatada e da Live que ocorre dia 11 de junho com a participação do deputado Federal Gastão Vieira com a temática “Desafios da educação”.

Além de gestora do IEMA Lea Cristina e professora como toda e qualquer pessoa comum possui uma vida social, participando de festas folclóricas- tradicionais da cidade. 

Na quarta-feira (10/11/2020), por volta de 15:00 houve uma publicação Lea Cristina Paixão afirmando que a mesma foi flagrada em mesa de bar, bebendo com alunos do IEMA, o que é uma inverdade, e reconhecida em toda a sociedade e vizinhança por SUA BOA ÍNDOLE E INEGÁVEL ESPÍRITO DE CARIDADE que a levou a participar de um evento para levantar fundos para um terceiro que passava por estremas necessidades, tal evento ocorreu a noite num fim de semana, contando com a presença de um público diversificado, ciente da estrutura da cidade, não incomum os frequentadores serem seus colegas de trabalho- professores-, pais de alunos uma vez que o estabelecimento é publico, a mesma se dirigiu ao mesmo sozinha e o dito vídeo demonstra  apenas a presença da pessoa Léa, que em momento algum ingeriu ou ofereceu bebida a qualquer menor, cabe ainda destacar que os menores que se encontravam estavam no estabelecimento acompanhados de seus responsáveis, e ao reconhecerem a mesma foram cumprimentá-la.   

Inexiste qualquer tipo de denúncia pelo Conselho Tutelar contra a mesma e nenhum inquérito lhe é movido pelo Ministério Público da Comarca de Icatu/MA, sendo este um ato difamatório a sua boa conduta e índole, onde o IEMA de Axixá/MA sob sua gestão recebeu grande destaque e diversas premiações. 

A calúnia sob a acusação de nepotismo, não prospera haja visto o IEMA não possuir gerência sob seus terceirizados, que são selecionados pela empresa responsável, não tendo a participação do IEMA em nenhum momento no processo seletivo, onde lhe IMPUTA O CRIME DE NEPOTISMO, que ao vencer o processo de licitação foi selecionada e contratada em nada tendo haver com a contratação do mesmo. 

Quanto a acusação de receber salários sem trabalhar, o que é outra inverdade uma vez que a mesma estava em primeiro  momento de licença e posteriormente a espera de lotação pela secretaria de educação em sua segunda matricula que nada interfere no IEMA, já que existe a previsão legal de dupla matricula desde compatíveis, e acusada de lesar o  Município de Axixá, por ser professora concursada do município e se aguardando nova lotação no município, pois lecionava na Escola Municipal Delarey Cardoso Nunes, no povoado de Santa Rosa que por não ter horário  disponível que fosse compatível com o horário de funcionamento da escola,  no início da atual gestão  a Secretaria Municipal de Educação para saber onde tinha sido lotada, sem respostas. Após insistentes buscas para saber onde seria lotada o então secretário de educação do Município Jerônimo Melo Oliveira, informou a Querelante que tinham encontrado uma função dentro da Secretaria, a mesma seria uma formadora dos gestores municipais, função esta que seria utilizada a  matrícula para a então função. Porém a atual Secretária de Educação na época chefe de gabinete informou que a funcionária estava de LICENÇA PRÊMIO. De nodo que nenhum dos fatos apontados foi comprovado e trata-se de boatos sem nenhum fundamento, deste modo diversas fakes News vem sendo constantemente lançadas nas redes sociais, sendo uma a mais estupefata de afetar sua moral e macular sua conduta, todos estes ataques se asseveraram desde que passou a ter destaque no meio politico iniciando assim uma perseguição em sua vida pessoal e profissional. Resta esclarecer os motivos destas notícias falsas e agir na forma da Lei.

 11 de junho de 2020. 

Lamara Alves

Advocacia e consultoria

 

 
Acompanhe o Blog Veja Agora também pelo Facebook.
Categoria: Uncategorized