Governo Federal
Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Dinheiro na conta!!! São Bento recebeu dinheiro extra do governo federal

Governo Federal garantiu mais de meio Milhão para a Prefeitura de São Bento 

Luizinho Barros (PCdoB), Prefeito de São Bento

O Governo Federal repassou um “APOIO FINANCEIRO AOS MUNICÍPIOS”, só a cidade de São Bento, caiu R$ 586.984,14  (Quinhentos e Oitenta e Seis Mil Reais, Novecentos e Oitenta e Quatro  Mi Reais), para o prefeito Luizinho Barros gastar como quiser em apoio às ações da Covid-19.  

Veja abaixo, o extrato da Conta Corrente da Prefeitura de São Bento e quanto entrou nesta sexta-feira (5), de Junho de 2020.

05/06/2020SISBB – Sistema de Informações Banco do Brasil10:07:20
SAO BENTO – MA
ICS – ICMS ESTADUAL
DATAPARCELAVALOR DISTRIBUIDO
01.06.2020COTA-PARTER$ 8.784,80 C
DEDUCAO SAUDER$ 1.317,72 D
DEDUCAO FUNDEBR$ 1.756,96 D
TOTAL:R$ 5.710,12 C
TOTAISCOTA-PARTER$ 8.784,80 C
DEDUCAO SAUDER$ 1.317,72 D
DEDUCAO FUNDEBR$ 1.756,96 D
DEBITO FUNDOR$ 3.074,68 D
CREDITO FUNDOR$ 8.784,80 C
FUS – FUNDO SAUDE
DATAPARCELAVALOR DISTRIBUIDO
01.06.2020REF.ICMS ESTADOR$ 1.317,72 C
TOTAISREF.ICMS ESTADOR$ 1.317,72 C
DEBITO FUNDOR$ 0,00 D
CREDITO FUNDOR$ 1.317,72 C
FUNDEB – FNDO MANUT DES EDUC BASICA E VLRIZ PROF EDUC
DATAPARCELAVALOR DISTRIBUIDO
01.06.2020ORIGEM IPVAR$ 4.757,41 C
ORIGEM ITCMDR$ 141,04 C
ORIGEM ICMS ESTR$ 19.928,38 C
ORIGEM ICMS-ESTR$ 6.528,14 C
TOTAL:R$ 31.354,97 C
TOTAISORIGEM IPVAR$ 4.757,41 C
ORIGEM ITCMDR$ 141,04 C
ORIGEM ICMS ESTR$ 19.928,38 C
ORIGEM ICMS-ESTR$ 6.528,14 C
DEBITO FUNDOR$ 0,00 D
CREDITO FUNDOR$ 31.354,97 C
SNA – SIMPLES NACIONAL
DATAPARCELAVALOR DISTRIBUIDO
02.06.2020SIMPLES NACION.R$ 126,24 C
03.06.2020SIMPLES NACION.R$ 15,00 C
04.06.2020SIMPLES NACION.R$ 5,00 C
05.06.2020SIMPLES NACION.R$ 5,00 C
TOTAISSIMPLES NACION.R$ 151,24 C
DEBITO FUNDOR$ 0,00 D
CREDITO FUNDOR$ 151,24 C
AFM – APOIO FINANCEIRO AOS MUNICIPIOS
DATAPARCELAVALOR DISTRIBUIDO
05.06.2020RETENCAO PASEPR$ 5.869,84 D
APOIO FIN. MUN.R$ 586.984,14 C
TOTAL:R$ 581.114,30 C
TOTAISRETENCAO PASEPR$ 5.869,84 D
APOIO FIN. MUN.R$ 586.984,14 C
DEBITO FUNDOR$ 5.869,84 D
CREDITO FUNDOR$ 586.984,14 C
TOTAL DOS REPASSES NO PERIODO
DEBITO BENEF.R$ 8.944,52 D
CREDITO BENEF.                          R$ 628.592,87 C

 

recebeu hojesó

Vereador Pedro Lucas já havia solicitado reforma do Mercado Central

Pedro Lucas MC

O vereador Pedro Lucas (PTB) é o maior incentivador da reforma do Mercado Central de São Luís, é de sua autoria, o requerimento ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico Nacional), para uma ampla reforma.

Durante o ano de 2014, o vereador realizou várias vistorias técnicas com os funcionários do órgão no Maranhão, que tinha como a titular, Kátia Bogéa, que garantiu a reforma dentro do cronograma do PAC Cidades Históricas, que também esteve presente seu coordenador, Robson Almeida.

“O Mercado Central reúne mais de 300 feirantes e mantém direta e indiretamente mil trabalhadores, em média, além de todas as pessoas envolvidas na logística do processo desde o transporte de mercadorias. Necessita urgentemente de urbanização”, disse há época.

Segundo o vereador, o processo de licitação deveria ter iniciado entre dezembro (2013) e janeiro (2014) e as obras deveriam começar em junho de 2014. “Durante o período da reforma, os feirantes já catalogados serão alocados em contêineres para que possam permanecer em atividade e garantir o seu sustento”, explicou há época, o vereador.

PAC CIDADES HISTÓRICAS

Além do Mercado Central, o PAC Cidades Históricas realizaria reformas em mais 44 prédios e logradouros, a exemplo da antiga redação do jornal “O Imparcial” (Rua Afonso Pena, 44), que seria para uso para a Secretaria Municipal de Turismo (Setur) e Museu da Cidade, e a Rua Grande, em um investimento que somariam R$ 133 milhões. As obras estavam previstas para serem executadas em três anos.

Fonte: Blog do Filipe Mota