Prefeitura Municipal de São Luís
Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Vereador Marquinhos presta assistência a moradores do Turú / Divinéia

O vereador Marquinhos prestou solidariedade a famílias da região do Turú / Divinéia. As fortes chuvas que caíram na manhã da última segunda-feira (16), alagou várias ruas e casas nas comunidades.

Marqunihos entrou em contato com a prefeitura para desobstruir galerias afim de evitar novos alagamentos. Ele também distribuiu centenas de cestas básicas às famílias e garantiu que o município realizará intervenções nas comunidades.

São Luís 405 anos! Governador e Prefeito, devem liberar a entrada nos dois jogos restantes do Brasileiro da Série C

A entrada franca serviria também para contemplar as duas maiores torcidas do futebol maranhense em comemoração aos 405 anos de São Luís

O governador Flávio Dino (PC do B) e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), deveriam se unir e dar uma contribuição aos dois times maranhenses que estão participando do Campeonato Brasileiro da Série C, e liberar as entradas do torcedores maranhenses nos dois últimos jogos restantes, no Castelão.

O Moto Club de São Luís, o Papão do Norte, faz seu último jogo em São Luís, este ano, amanhã (2), contra o Cuiabá, para evitar o rebaixamento, valendo a permanência na competição do ano que vem.

Já o Sampaio Corrêa, a Bolívia Querida, joga no próximo sábado (9), no ‘Gigante do Outeiro’, o clube já está classificado há 3 rodadas.

O governador Flávio Dino diz ser torcedor do Botafogo – RJ, já o prefeito de São Luís, Edivaldo, afirmar ser torcedor motense.

Clubes da Série C estão fazendo promoção na última partida

O torcedor do Botafogo da Paraíba que apresentar Cupom Fiscal de compras em Lojas Conveniadas não paga o ingresso.

Já o torcedor do Confiança vai pagar ingresso de R$ 5,00. Botafogo -PB e o Confiança são adversários diretos do Moto Club de São Luís.

Não custaria muito esforço para os dois governantes se unirem e liberarem as entradas do estádio para ajudar os clubes e parabenizar o torcedor ludovicense, ainda dá tempo.

A entrada franca serviria também para contemplar as duas maiores torcidas do futebol maranhense em comemoração aos 405 anos de São Luís.

Em tempo: Bastaria uma rápida articulação com a Cemar e o Mateus para resolver a liberação do estádio Castelão.

E mais: Jeito tem, basta apenas a boa vontade.

Secretaria Municipal de Saúde intensifica ações do "Novembro Azul"

helenaduailibe

A partir de hoje (21), a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realiza ações voltadas para os servidores, dentro da campanha Novembro Azul e que vão contar com consulta médica, testes para detecção de hepatite B, C e sífilis, avaliação nutricional e acupuntura; além de orientações para o autocuidado masculino.

A secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, ressalta que as ações da atual gestão estão ampliando o acesso do homem à saúde integral.

“Essa preocupação tem sido constante; por isso, priorizamos a implantação de um espaço no Centro de Especialidades Médicas para oferecer atendimento exclusivamente ao público masculino. Além disso, as nossas unidades realizaram programação durante todo o mês, e vamos encerrar o novembro azul, estimulando o funcionário da Semus a cuidar da própria saúde”, afirmou.

Desde o início do mês, as unidades de saúde tem desenvolvido ações voltadas para a saúde masculina, como parte da campanha Novembro Azul, movimento que visa sensibilizar os homens sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

A programação que vai até a próxima sexta-feira (25) é dirigida à população conta com palestras, distribuição de preservativos e verificação de pressão arterial, consultas com clínicos e urologistas e exames para detectar o câncer de próstata e outras doenças com altos índices de morbimortalidade.

Vereadora quer mais 300 placas de taxi em São Luís

Luciana Mendes, que assinou projeto de lei contra a chegada do aplicativo Uber em São Luís, pediu para a Prefeitura mais 300 permissões para taxistas

luciana-mendes-ingressou-no-pp

Mesmo afirmando que a quantidade de táxis – 2.014 taxistas credenciados para explorar o serviço legalmente – não é suficiente para atender à demanda, a vereadora foi uma das responsáveis por impedir o aplicativo se estabelece em São Luís, a exemplo do que já ocorre em outras capitais do país. O projeto de lei foi uma solicitação dos próprios taxistas, que se posicionam contra o serviço conhecido popularmente como “carona remunerada” e que funciona por meio de um aplicativo.