Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Em São João Batista, prefeito Mecinho faz farra com dinheiro do FUNDEB

Prefeito Mecinho

Todos sabem que o prefeito Mecinho, de São João Batista, não quer pagar os 33,24% obrigatórios para os professores da rede municipal de ensino, com isso, os servidores têm realizado inúmeros protestos para tentar reverter a situação, tentativa frustrada, pois o prefeito está fugindo dos professores igual o diabo foge da cruz.

O que ninguém sabe, até então, é que esse mesmo recurso do FUNDEB, está sendo distribuído entre os assessores políticos de Mecinho. O BLOG VEJA AGORA teve acesso a documentos sigilosos que denunciam o esquema criminoso de uso indevido de um recurso que pertence somente aos professores.

Outra mentira de Mecinho, é quando ele afirma que 629 professores do município estão recebendo o benefício do FUNDEB; mas como se São João Batista tem apenas 370 professores concursados e 28 professores contratados? A conta não bate! Para onde está indo o dinheiro do FUNDEB, prefeito Mecinho? Alô MPF, PF, CGU e MP, a população quer explicações!

Alô Ministério público e Polícia Federal : Em São João Batista, mulher usa filha para receber pela folha do FUNDEB

Uma mulher identificada por Cristiane Aragão, usa sua filha, a funcionária fantasma Crislaine Cristina Costa Pereira, para receber dinheiro da folha do FUNDEB. A portaria datada em 28 de janeiro de 2021, nomeia Crislaine Cristina para o cargo de assessor político e planejamento, lotada na Secretaria Municipal de Educação (Semed), de São João Batista.

Sua mãe, Cristiane Aragão, faz parte da equipe da Semed, mas não pode aparecer por trabalhar em vários locais. Recentemente, ela chegou em uma reunião com professores segurando uma mala, apresentando slides e afirmando que Prefeitura não teria como lhe pagar, pois a folha estava cheia, mas esqueceu de informar que sua filha é funcionária fantasma e vive de driblar órgãos da Receita Federal, dentre outros que fiscalizam acúmulo de cargos por possuir acordos ilegais com a Prefeitura de Mecinho.

Enquanto professores do município sofrem com o abandono da sua administração por não pagar o benefício do FUNDEB, um direito assegurado por lei, picaretas usufruem do recurso da forma mais criminosa, a mando de uma gestão incompetente e sem escrúpulos. Que os órgãos competentes tomem providências legais e deem uma lição bem dada em Mecinho, para que ele aprenda a respeitar os professores de São João Batista.

Veja Agora: Empresa no bairro da Santa Efigênia em São Luís ganha contrato de R$ 1,1 milhão na gestão Mecinho, em São João Batista

Ilhafarma está localizada no Bairro da Santa Efigênia, periferia de São Luís.

Por: Domingos Costa

Avenida Principal Marconi Caldas, nº 05, Bairro da Santa Efigênia em São Luís, essa é a localização da Farmasil Comercio de Medicamentos, ou simplesmente “Ilha Farma”, empresa que selou no dia 02 de junho de 2021 contrato com a prefeitura de São João Batista, na gestão do prefeito Emerson Livio Pinto, o “Mecinho”, do PSC.

O valor é de R$ 1.188.650,84 (um milhão cento e oitenta e oito mil, seiscentos e cinquenta reais e oitenta e quatro centavos) e o objetivo é aquisição de medicamentos, segundo a prefeitura, “para atender as necessidades do município.”

Carlos Alberto Viana de Sousa, aparece como dono da Ilhafarma.

Carlos Alberto Viana de Sousa, aparece como dono da Ilhafarma.

A empresa está em nome de Carlos Alberto Viana de Sousa (foto) e o contrato foi realizado por meio de uma adesão à ata de registro de preço, oriunda da prefeitura de Santo Amaro-MA.

Entre os elementos mais caros da planilha que o Blog do Domingos Costa teve acesso, estão: R$ 270 mil reais apenas em luvas, R$ 83 mil reais em álcool em gel e R$ 57 mil reais em sinvastatina em comprimidos.

Os itens estão divididos em farmácia básica, medicamentos injetáveis e material médico-hospitalar, conforme consta abaixo.

O contrato está assinado por Mayara de Araújo Pinheiro, secretária Municipal de Saúde e do outro lado, a pessoa que aparece como dono da empresa: Carlos Alberto Viana de Sousa.

– PLANILHAS:

Escândalo!!!!! Em São João Batista, prefeito Mecinho persegue professores

Como se não bastasse os inúmeros escândalos envolvendo o prefeito Mecinho, de São João Batista, agora o mesmo decidiu que vai perseguir os professores da rede pública municipal.

Mecinho mandou abrir uma sindicância para investigar a professora Ana Cristina Corrêa Everton. De acordo com informações, existe uma hipótese de que a servidora tenha irregularidades em suas documentações, apresentadas durante seu recadastramento, no início da gestão de Mecinho. Até mesmo uma comissão formada por três professoras foi constituída para apurar tais irregularidades.

Mas tudo isso não passa de uma perseguição do prefeito, pois a professora já ingressou na Justiça com uma ação de abuso de poder contra Mecinho, por conhecer muito bem a sua tirania e sua forma absurda que administra a cidade de São João Batista.

Perseguir professores da rede municipal de ensino só comprova o tipo de baixaria que se tornou a gestão do prefeito Mecinho, um verdadeiro ditador que dita as regras na cidade e manda investigar quem não concorda com seu desgoverno, ainda que seja uma educadora, ninguém escapa das garras de Mecinho.

 

Alô TCE!!!! Em São João Batista, esposa de prefeito e secretária de finanças ganha mais que outros secretários

O prefeito de São João Batista, Mecinho, precisa explicar para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) por que sua esposa, secretária Municipal de Finanças Hildene Pereira Pinto, ganha muito mais do que os demais secretários municipais. Não é de hoje que o escândalo de nepotismo é assunto constante na região, levando a cidade cada vez mais para o fundo do poço.

Não bastam outros problemas que tem afetado diretamente a população, como a proliferação do coronavírus que aumenta descontroladamente sem nenhuma medida eficaz de combate por parte da Prefeitura, familiares do gestor tiram onda com seus salários em dia, vindos diretamente dos cofres públicos, jogando na cara do povo quem é que manda na cidade. Que Deus proteja o povo de São João Batista.