Blog Veja Agora | Com Junior Araujo | Página 60
Blog Veja Agora | Com Junior Araujo - Notícia com veracidade dos fatos

Veja Agora: Felipe Camarão é “plano B” de Flávio Dino para 2022..

Governador teme a incapacidade de viabilização do vice-governador Carlos Brandão e atua nos bastidores para fortalecer o nome do secretário de Educação, que pode encabeçar uma chapa nas eleições para o Governo do Estado

O governador Flávio Dino (PCdoB) já está atuando em duas frentes para as eleições de 2022.

1 – buscar ao máximo a unidade do seu grupo político, evitando o racha na base e tentando conciliar interesses para ter apenas um candidato ao governo;

2 – tentar criar alternativas ao vice-governador Carlos Brandão (PRB), que demonstra incapacidade de articulação e tende a acentuar o racha iniciado nas eleições municipais.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, para a primeira frente Dino prepara pequena reforma administrativa, no início de 2021, tendo como principal movimentação a volta do deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) para o governo.

Jerry será o homem responsável por reunificar a base, rachada com as investidas de Carlos Brandão na tentativa de se viabilizar candidato quase dois anos antes do pleito.

Márcio Jerry terá a missão de reunificar a base do governo Flávio Dino, mas tem o desafio de controlar a ansiedade de Carlos Brandão pelo Governo do Estado

Para a outra frente – a de um candidato da base – o governador comunista aposta suas fichas na viabilização do secretário de Educação, Felipe Camarão (DEM).

Camarão é, na verdade, aposta de Dino desde 2016, e só não se viabilizou pela própria timidez; apesar da forte consistência na base dinista, o secretário recua sempre que precisa se impor como nome político no grupo.

Mas, ainda segundo apurou este blog, Flávio Dino não acredita na capacidade de viabilização do vice-governador Carlos Brandão – mesmo se este assumir o governo – e vai tentar criar as condições para o nome do secretário de Educação.

A partir daí, caberá ao próprio Felipe Camarão se viabilizar midiaticamente.

Para isso, precisa vencer a timidez política…

Do Blog Marcos deça 

AUTORIZADO: Concurso da Polícia Federal com 1.500 vagas!

Veja Agora é OFICIAL! O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, afirmou que o edital da Polícia Federal – PF está “pronto”. O representante federal reforçou o compromisso da realização de um novo concurso PF – Polícia Federal. No dia 11 de dezembro de 2020, a portaria com a autorização foi publicada no Diário Oficial da União – DOU.
As oportunidades serão então divididas em 1.500 vagas da seguinte forma: Delegado (123), Escrivão (400), Papiloscopista (84) e Agente (893). O quantitativo ainda pode ser retificado, pois o documento não foi publicado no Diário Oficial da União.
Veja abaixo o documento – Autorização oficial para o concurso PF
Nas entrevistas, concedidas ao programa Pingo nos Is, da rádio Jovem Pan, o presidente e o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça afirmaram que seria ofertado o quantitativo de 2.000 vagas, porém na autorização consta a redução no número de vagas.
Em abertura de solenidade do Curso de Formação Profissional de delegados e peritos criminais, realizada no dia 26 de outubro de 2020, o ministro sinalizou que os trâmites relacionados ao certame estão avançados. Mendonça também pontuou sobre a importância do reconhecimento dos servidores e da corporação. Também estiveram presentes o ministro da Casa Civil, Braga Netto e o diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza. (leia mais detalhes)
Navegue pela matéria utilizando o índice abaixo e saiba tudo sobre o concurso PF:
O documento foi publicado na edição do dia 11 de dezembro do Diário Oficial da União.

PREVISÃO DE VAGAS PARA O NOVO EDITAL
No fim do mês de novembro deste ano, uma fonte interna e segura divulgou sobre a possível mudança no quantitativo de vagas para o certame. A mudança seria de 2.000 para 1.500 vagas.
Com a redução, o quantitativo de vagas passaria a ser de:
123 para Delegado de Polícia Federal
400 para Escrivão de Polícia Federal
84 para Papiloscopista de Polícia Federal
893 para Agente de Polícia Federal.

Edivaldo e Osmar Filho inauguram novo Mercado do São Francisco

blank

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior e o vereador Osmar Filho, ambos do PDT, inauguraram, na manhã deste sábado (12), o novo Mercado do São Francisco, um dos mais tradicionais e populosos bairros de São Luís.

O novo equipamento público era uma reivindicação antiga dos comerciantes e moradores e foi um pleito feito por Osmar, ao longo do seu mandato, ao prefeito, que o atendeu.

“A construção do novo Mercado era uma reivindicação dos moradores há cerca de 30 anos. Além de oferecer melhor infraestrutura aos feirantes e consumidores, este novo equipamento público fomentará, sobremaneira, a economia do São Francisco e região. Agradeço o prefeito Edivaldo pela sensibilidade e por ter atendido o nosso pedido”, afirmou Osmar Filho.

Edivaldo destacou que a obra integra a maior intervenção em Feiras e Mercados já vista na história da cidade. “Estamos indo além das reformas. Estamos reconstruindo os mercados”, pontuou o prefeito, ressaltando que agora os feirantes podem trabalhar com dignidade e os consumidores têm um espaço que oferece condições de segurança alimentar.

Após dezenas de reuniões para ouvir os comerciantes locais sobre suas necessidades, as obras foram iniciadas em janeiro deste ano. Para não terem prejuízos, durante a execução dos serviços, os mais de 250 feirantes foram removidos para um espaço provisório, localizado no próprio bairro, onde puderam comercializar os seus produtos até a entrega do novo Mercado.

O equipamento público ganhou novo sistema hidráulico, boxes padronizados, iluminação moderna, sistema de câmera de vídeo e sistema de drenagem, dentre outras benfeitorias. Além disso, toda a sua área terá acessos para pessoas com mobilidade reduzida.

Também participaram da inauguração a primeira-dama Camila Holanda; o vice-prefeito Júlio Pinheiro (PC do B); o promotor de Justiça Cláudio Cabral; secretários municipais, feirantes e moradores do São Francisco e entorno.

Vale destacar, ainda, que o prefeito Edivaldo já reinaugurou os Mercados do Coroadinho, Santo Antônio e Monte Castelo, que foram totalmente reconstruídos; o Mercado do Anil, que passou por ampliação; e o Mercado das Tulhas, que teve sua arquitetura histórica restaurada.

EM MENOS DE UM ANO, PREFEITURA DE PAÇO DO LUMIAR PROMOVE ENTREGA DE MAIS DE 600 TÍTULOS DE PROPRIEDADE

A Prefeitura de Paço do Lumiar entregou 198 títulos de Regularização Fundiária do Loteamento do Padre, região do bairro Lima Verde. A medida esta dentro do Programa de regularização fundiária do município que já realizou mais de 2 mil cadastros sociais. A solenidade de entrega dos documentos foi comandada pela prefeita, Paula Azevedo(PcdoB), nesta sexta-feira, dia 11 de Dezembro, no centro administrativo da prefeitura.

A atual gestão em menos de 1 ano já beneficiou cerca de 650 famílias em Paço do Lumiar, uma ação histórica já que 90% das residências do município,não possuem escrituras. De acordo com informações da Coordenadora de Regularização Fundiária, da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Jessica Arruda, as perdas com a falta de regularização fundiária no Município são enormes.

“Além de acentuar o crescimento desordenado da cidade; e gerar problemas no trabalho de infraestrutura, acarreta enormes prejuízos econômicos, ao abrir caminho para a sonegação fiscal, fazendo com que o município deixe de arrecadar bilhões em tributos, como Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), disse a coordenadora”.

De acordo com a prefeita Paula, a próxima etapa prevê a entrega de títulos das comunidades, Todos os Santos e Residencial Cordeiro. Para 2021 está previsto a regularização fundiária de mais de 2 mil residências.

“Fico feliz não só como gestora publica, mas também como moradora, essa é uma grande conquista; com os títulos, os moradores podem ter inúmeros benefícios como, por exemplo, o financiamento junto a Caixa Econômica para fazer melhorias no imóvel, também será possível vender, transferir e alugar o imóvel com segurança; Imóveis regulares são passíveis de financiamento imobiliário. Esse processo é de extrema importância por diversos aspectos”. Destacou a prefeita.

Eduardo Braide forma equipe para plano de vacinação do covid19

O prefeito eleito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), anunciou na manhã deste sábado (12) a formação de uma equipe especializada para elaborar Plano de Vacinação contra o covid19 em São Luís.

O time é formado, segundo o futuro gestor, por técnicos e especialistas em imunização.

“Vamos iniciar a vacinação o mais rápido possível. O trabalho pela nossa cidade segue firme”, declarou Braide

Mais duas escolas dignas são entregues em Penalva e Bom Jardim

Governo do Maranhão por meio da Secretaria de Estado da Educação entregou na manhã desta sexta-feira (11), mais unidades do Programa Escola Digna, desta vez os municípios contemplados foram Bom Jardim, no povoado Oscar e Penalva.

Pelas redes sociais o secretário Felipe Camarão afirmou que o trabalho do Programa Escola Digna o fez conhecer de perto várias localidades do Maranhão.

“Se tem uma coisa q gosto é de conhecer o Maranhão com o programa #EscolaDigna. Hoje tive a honra de estar, ao lado do vice-governador Carlos Brandão, nos povoados Oscar, em Bom Jardim, e Canadá, em Penalva, para inaugurar os novos prédios escolares que realizam sonhos antigos das comunidades. Graças ao Governo do Maranhão tais sonhos hoje se concretizaram e agora as crianças e jovens destas localidades têm a #EscolaDigna para chamar de sua. Isso me emociona e me reenergiza, a continuar lutando para que a educação chegue nos mais diversos lugares. Avante!”, publicou o secretário Camarão.



Investigado pela PF, Josimar de Maranhãozinho já elegeu mulher, irmã e motorista para prefeituras

Revista Piauí

Conhecido no Maranhão como o “Moral da BR” – por sua influência política nos municípios cortados pela rodovia federal 316 – o deputado federal Josimar Maranhãozinho, presidente estadual do PL, é investigado na Operação Descalabro, da Polícia Federal, por suspeita de desvio de recursos públicos na área da saúde. Ele se firmou como um dos principais caciques políticos do Estado nas eleições deste ano e se declara pré-candidato a governador em 2020.

O escândalo estourou nesta quarta-feira, quando agentes da PF apreenderam documentos e dinheiro na casa e no escritório do parlamentar em São Luís. A investigação foi autorizada pelo ministro do STF Ricardo Lewandowski. A PF limitou-se a dizer que há um deputado federal entre os alvos da Operação Descalabro,  sem identificá-lo, porém o próprio deputado, em uma mensagem postada no Facebook, reconheceu ser alvo da investigação.

Josimar Cunha Rodrigues foi o parlamentar que  obteve mais recursos de emendas parlamentares para saúde este ano (R$ 15 milhões). A investigação, iniciada há quatro meses, apura se parte da verba aprovada para enfrentamento da Covid na região da base eleitoral do deputado, foi desviada. “Os fundos municipais de saúde, ao receber os recursos, firmaram contratos fictícios com empresas de fachada pertencentes ao deputado, que estão em nome de interpostas pessoas, desviando assim dinheiro público”, diz a nota da Polícia Federal. Ainda segundo a PF, as empresas efetuaram saques em espécie, e o dinheiro era entregue ao deputado em seu escritório em São Luís.

O ministro Lewandowski determinou o bloqueio de mais de 6 milhões de reais do patrimônio do parlamentar. O crescimento político do deputado acompanhou um aumento exponencial de seu patrimônio. Em 2008, ele declarou à Justiça Eleitoral possuir R$ 463,9 mil. Seis anos depois, ao se candidatar a deputado estadual, o patrimônio havia saltado para R$ 6,56 milhões. Na eleição para deputado federal, em 2018, já atingia R$14,59 milhões.

O clã Maranhãozinho

O PL elegeu 40 de um total de 217 prefeitos, enquanto o PCdoB, partido do governador Flávio Dino, elegeu 21. Em 2016, na reeleição de Dino, o PCdoB havia conquistado 46 prefeituras. Parte dos eleitos, no entanto, debandou para outros partidos, tempos depois, ressentida pelo descumprimento de promessas.

Josimar ganhou o apelido por ter iniciado a carreira política no pequeno município de Maranhãozinho, de pouco mais de 16 mil habitantes, a 245km da capital São Luís. Nascido e criado no Vale do Cariri, no Ceará, era vendedor das tradicionais cadeiras macarrão, de estrutura de tubos de ferro e assentos coloridos de fios de plástico. Em 2004, disputou sua primeira eleição para prefeito. Em 2008, não apenas se reelegeu em Maranhãozinho, como sua mulher Maria Deusdete Lima, a Detinha, tornou-se prefeita do município vizinho, chamado Centro do Guilherme.

Em 2012, seu ex-motorista José Auricelio de Morais o sucedeu como prefeito de Maranhãozinho; a mulher Detinha foi reeleita prefeita de Centro do Guilherme, e o irmão Aldir Cunha Rodrigues assumiu o comando da prefeitura de outro município vizinho, Junco do Maranhão.  Em 2016, o clã passou a comandar a maior cidade da região, Zé Doca (de 50 mil habitantes), com a eleição de Maria Josenilda Cunha Rodrigues, a Josinha, uma das irmãs de Josimar. Em 2018, ele foi o deputado federal mais votado no Maranhão, e a mulher Detinha se tornou a mais votada para deputada estadual.

Porém, de acordo com relatos de políticos ouvidos pela piauí, nada se compara ao rolo compressor do clã de Maranhãozinho na campanha eleitoral deste ano. Entre os quarenta prefeitos eleitos do PL estão Josinha – reeleita em Zé Doca com 72,2% dos votos –  e a cunhada Deusinha (Maria Deusa Lima Almeida, irmã de Detinha), eleita em Maranhãozinho. O deputado federal se fazia presente em todos os comícios, mesmo dos municípios menores, e costumava se deslocar de uma cidade para outra de helicóptero.

O crescimento de Josimar Maranhãozinho acontece no vácuo deixado pelo esvaziamento do grupo político do ex-presidente José Sarney, que tem sofrido sucessivas derrotas no Estado e tinha sua principal base no interior. O deputado conquistou espaço se equilibrando nesse jogo: no Estado, é da base de Flávio Dino (PCdoB), mas, nacionalmente, apoia o presidente Jair Bolsonaro.

Um exemplo do rolo compressor imposto pelo PL ocorreu no município de Pio XII, onde duas famílias tradicionais locais – Os Veloso e os Batalha – se revezavam no poder desde 1988. O prefeito atual, Carlos Alberto Batalha, o Carlos do Biné (DEM), estava confiante de que venceria os dois adversários: Lucilene Veloso (PP) e o estreante Aurélio da Farmácia, do PL. Mas o novato saiu-se  vencedor, e o rodízio de poder entre os Veloso e os Batalha chegou ao fim. “Até uma semana antes da eleição, eu estava certo de que iria vencer. O adversário estava com muito dinheiro e distribuiu material de construção aos mais pobres”, afirmou.

Em entrevista por telefone à piauí, Carlos do Biné disse ter enfrentado uma concorrência desigual. O PL também elegeu o prefeito da cidade vizinha, Igarapé do Meio. “A disputa aqui foi de Davi contra Golias. Não foi coisa de menina fêmea”.

Biné foi um dos 46 prefeitos eleitos pelo PCdoB em 2016, mas migrou para o Democratas antes das eleições. “Troquei por falta de apoio da direção do governador. Fui aliado de primeira hora do Flávio Dino, nunca tive atrito com ele, mas acho que nos faltou guarida.  Já o Josimar Maranhãozinho mergulhou de cabeça nas campanhas dos aliados e acenou com muito dinheiro para obras.”

As suspeitas sobre a evolução patrimonial do deputado Maranhãozinho não são recentes. O deputado federal Aluísio Mendes, do PSC, seu adversário político e ex-secretário de Segurança Pública do Estado do Maranhão, de 2010 a 2014, no governo de Roseana Sarney, afirmou à piauí que tem feito sucessivas representações criminais contra Maranhãozinho e cobrado investigações da Polícia Federal.

A Superintendência da Polícia Federal do Maranhão afirmou, por meio da assessoria de comunicação, que as investigações da Operação Descalabro estão a cargo da PF em Brasília e que a superintendência maranhense apenas forneceu suporte para o cumprimento dos 27 mandados de busca e apreensão em São Luís e em prefeituras do interior.

VEJA AGORA!!!!! Dr Julinho vence em Brasília e impõe mais uma derrota a dupla Eudes e Luís Fernando

O prefeito eleito pelo voto popular dos ribamarenses, Dr. Julinho (PL), segue acumulando vitórias contra a dupla Eudes Sampaio e Luís Fernando.

Após vencer todas as batalhas judiciais no Maranhão, nesta quinta-feira (10), o Ministro Luiz Fux, presidente do STF – Supremo Tribunal Federal, indeferiu pedido de suspensão que tinha como único objetivo, com se diz no popular, tomar a eleição de Dr. Julinho no tapetão.

Para se ter uma ideia do imbróglio, o objeto da demanda levada pelo Procurador do Estado até Brasília, tratava de pedido de suspensão de segurança ajuizado pelo Estado do Maranhão com o objetivo de sustar decisão proferida por Desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão nos autos do Mandado de Segurança nº 0816817-58.2020.8.10.0000, que deferiu liminar para suspender os efeitos da decisão que havia deferido a tutela no Mandado de Segurança nº 0816569-92.2020.8.10.0000.

Em Panaquatira, desde o início da semana, aliados políticos de Luís Fernando e Eudes Sampaio, davam como certo para hoje (10), a queda de Julinho e a vitória “via tapetão”, sem voto popular, do derrotado prefeito Eudes Sampaio.

Em sua decisão, o Ministro do STF não só indeferiu o pedido que beneficiaria Eudes Sampaio, mas também negou seguimento a insistente demanda.

Pelo visto, a dupla Eudes e Luís não se cansam de acumular derrotas.

Confira a decisão na íntegra aqui.